Meditação transcendental

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Meditação Transcendental)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ilustração do processo mental denominada "transcendência" para a prática da Meditação Transcendental

Meditação Transcendental, também conhecida como Meditação Consciente, é uma técnica de meditação introduzida em 1958 por Maharishi Mahesh Yogi que envolve o uso mental de sons específicos chamados mantras [1], que se crê terem propriedades psicoativas. De acordo com Maharishi, a técnica permite que a mente do praticante "transcenda", atingindo um estado de "vigilância tranquila", sem recurso a concentração ou a pensamento ativo, como sucede em outras técnicas.

Uma recente investigação, levada a cabo na IMT School for Advanced Studies Lucca, em Itália, revelou que a sensação de bem-estar provocada por esta meditação durante certo tempo provoca alterações no cérebro[2].

Referências

  1. Shear, Jonathan (2006). The Experience of Meditation, 27-28
  2. Meditar deixa marcas no cérebro (literalmente), por ZAP, 26 de Fevereiro de 2020