Saltar para o conteúdo

Meir M. Lehman

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Meir M. Lehman
Meir M. Lehman
Nascimento 24 de janeiro de 1925
Alemanha
Morte 29 de dezembro de 2010
Jerusalém
Residência Alemanha
Cidadania Alemanha
Alma mater
Ocupação cientista de computação, engenheiro
Prêmios
  • Stevens Award (2003)
  • ACM Fellow
  • Harlan D. Mills Award (2001)
Empregador(a) Imperial College London, Universidade de Middlesex

Meir Manny Lehman ([onde?]24 de janeiro de 1925 - Jerusalém, 2010), foi um cientista e pesquisador no área da computação; membro da Real Academia de Engenharia e professor na Escola de Ciências de Computação na Universidade de Middlesex. De 1972 a 2002, foi professor e chefe do departamento de computação no Imperial College de Londres.

Suas contribuições em investigação incluem o estudo do fenómeno da evolução do software e a proposta das conhecidas Leis de Lehman da evolução do software.[1][1]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Lehman nasceu na Alemanha a 24 de janeiro de 1925 e emigrou para a Inglaterra em 1931.[1][1] Estudou matemática no Colégio Imperial de Londres e esteve envolvido no desenho da unidade aritmético-lógica do computador digital do Colégio.[1] Passou um ano em Ferranti, Londres, antes de trabalhar no Ministério de Defesa de Israel, de 1957 a 1964. Entre 1964 e 1972, trabalhou na divisão de investigações de IBM, em Nova Iorque, onde estudou a evolução dos programas informáticos, junto com Les Belady. Seus estudos sobre o processo de programação assentaram as bases para o enunciado das “Leis de evolução do software”.[1] Em 1972, retornou ao Colégio Imperial, onde foi chefe de secção e posteriormente chefe de departamento (1979–1984). Lehman permaneceu no Colégio Imperial até 2002, quando foi transferido para a Faculdade de Ciências da Computação na Universidade de Middlesex.

Após aposentar-se em Middlesex, mudou-se para Jerusalém, Israel, onde viveu até sua morte, em dezembro de 2010.[1]

Prêmios e distinções[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c d e f g h i j «Leyes de evolución del Software». Connexions - Educational content repository. Consultado em 28 de novembro de 2011