Mel de engenho

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde novembro de 2010). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes está sujeito a remoção.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Mel de engenho (pré-AO 1990: mel-de-engenho) é a fase de fabricação do açúcar imediatamente anterior à sua cristalização.

Da cana-de-açúcar, quando moída, se extrai o caldo de cana. Este é levado a aquecimento lento, para evaporação e concentração do açúcar. A última fase, de alta concentração de sacarose é, então, posta para cristalização. O que o difere do melaço, que é o líquido resultante da etapa de centrifugação, no processo de fabricação de açúcar.

O mel de engenho é também comercializado na forma líquida, sendo, para tanto, retirado antes do ponto, ou seja, quando seu resfriamento ainda não provoca a cristalização da sacarose.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.