Michał Kwiatkowski

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Michał Kwiatkowski
Fourmies - Grand Prix de Fourmies, 6 septembre 2015 (B068).JPG
Michał Kwiatkowski, Grand Prix de Fourmies 2015.
Nome nativo Michał Kwiatkowski
Nascimento 2 de junho de 1990
Golub-Dobrzyń
Estatura 176 centímetros
Peso 65 quilogramas
Cidadania Polónia
Estatísticas
Michał Kwiatkowski no ProCyclingStats
Página oficial
http://kwiato.com

Michał Kwiatkowski (n. Dzialyn, 2 de junho de 1990) é um ciclista profissional polaco e ex campeão do Mundo em estrada. Compete pela equipa Team Sky

Biografia[editar | editar código-fonte]

Inícios[editar | editar código-fonte]

É profissional desde 2010, quando estreia com a equipa espanhola Caixa Rural. Em 2011 fixou pela equipa Team RadioShack e depois da fusão deste com o Leopard-Trek, passou a sua equipa actual o Omega Pharma-QuickStep. No ano 2013 tem suposto sua explosão como ciclista no panorama de elite internacional, ano em que se ganhou no peloton o sobrenome do "Tigre do Báltico".

2014: Explosão e campeonato mundial[editar | editar código-fonte]

Começaria a temporada 2014 sendo o primeiro num dos quatro troféus do Challenge Ciclista a Maiorca. Depois conseguiria a Volta ao Algarve ficando pela frente de ciclistas como Alberto Contador e Rui Costa na geral, alem destes conseguiria duas etapas, a primeira num ataque faltando seis quilómetros para a meta, e a segunda numa exibição contra a crono onde conseguiria ficar por adiante de Adriano Malori e de seu colega de equipa e grande especialista, Tony Martin.[1][2]

Depois conseguiria a sua primeira vitória em Itália ao derrotar o eslovaco Peter Sagan na Strade Bianche, com quem tinha escapado do peloton faltando 20 quilómetros da chegada; na última pendente e à chegada dos 400 metros da meta Kwiatkowski atacou a Sagan e chegou em solitário, sacando ao final 19 segundos a seu colega de fugida. Na Volta ao País Basco ficou segundo na geral atrás do local Alberto Contador. Nas Clássicas das Ardenas foi terceiro tanto na Lieja-Bastona-Lieja como na Seta Valona e ademais conseguiria um quinto lugar na Amstel Gold Race.[3][4]

Em junho obteve seu primeiro maillot como campeão de Polónia em contrarrelógio, maillot que estreia num dos seus principais objectivos que era o Tour de França, nesta corrida o seu objectivo era ficar entre os dez da geral mas não consegui-lo-ia, ficando ao final na posição 28 e com a sensação de que as corridas de três semanas não eram seu forte.

Ao final da temporada 2014 proclamo-se campeão mundial de estrada elite em Ponferrada (Espanha), assim com tão só 24 anos consegue enfundar-se o maillot arco-íris que o identificasse como campeão mundial durante a temporada 2015; Kwiatkowski ataco nos quilómetros finais e conseguiu sacar diferença na última subida, conseguindo chegar à meta a tão só um segundo de um grupo perseguidor formado por Simon Gerrans, Alejandro Valverde, segundo e terceiro respectivamente entre outros e a sete segundos do pelotón principal; também faz história para seu país, como se converte no primeiro polaco em ganhar um campeonato do mundo em estrada elite.[5]

2015: Amstel Gold Race[editar | editar código-fonte]

Em abril consegue a vitória na Amstel Gold Race após ter sido quinto em 2014 e quarto em 2013, ganhando num sprint ao espanhol Alejandro Valverde e ao australiano Michael Matthews, desta maneira converte-se no primeiro polaco em ganhar esta corrida e ademais vestido de arcoíris.[6]

Palmares[editar | editar código-fonte]

2009

  • 1 etapa do Tour de Eslováquia

2012

2013

2014

2015

  • Prólogo da Paris-Nica
  • Amstel Gold Race

Resultados em Grandes Voltas e Campeonatos do Mundo[editar | editar código-fonte]

Durante sua carreira desportiva tem conseguido os seguintes postos nas Grandes Voltas

Corrida 2010 2011 2012 2013 2014
Giro d'Italia - - 136º - -
Tour de France - - - 11º 28º
Vuelta a España - - - - -
Mundial em RotaMaillotMundial.PNG - 31º - Ab.

-: não participa
Ab.: abandono

Equipas[editar | editar código-fonte]

  • Team Sky (2017)

Referências

  1. biciclismo.com, ed. (22 de fevereiro de 2014). «Kwiatkowski resiste a Contador: "Fue una verdadera batalla hasta el final"». Consultado em 12 de outubro de 2014 
  2. biciclismo.com, ed. (23 de fevereiro de 2014). «Kwiatkowski se confirma en Algarve: "Va a ser una buena primavera"». Consultado em 12 de outubro de 2014 
  3. biciclismo.com, ed. (8 de março de 2014). «Strade Bianche: Kwiatkowski derrota a Sagan en Siena (Crónica y Clasificación COMPLETA)». Consultado em 12 de outubro de 2014 
  4. biciclismo.com, ed. (28 de abril de 2014). «Kwiatkowski, la sensación de las Ardenas: "Siento que podré ganar en el futuro"». Consultado em 12 de outubro de 2014 
  5. Kwiatkowski, oro a los 24: “Me he encontrado fantástico” biciciclismo.com
  6. Kwiatkowski da otro paso “muy grande” biciciclismo.com

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Michał Kwiatkowski
Cycling (road) pictogram.svg Este artigo sobre um(a) ciclista, integrado ao Projeto Desporto, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.