Mixotrofismo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde abril de 2013). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Mixotrofismo ou mixotrofia, em biologia, é o nome dado à qualidade do ser vivo com caractéristicas autótrofas e heterótrofas. Ou seja, é capaz de produzir seu próprio alimento a partir da fixação de dióxido de carbono (através de fotossíntese ou quimiossíntese), mas pode também alimentar-se de outros compostos inorgânicos ou orgânicos. Mixotróficos podem ser tanto eucariotas quanto procariotas.[1]

As algas, como as Euglenófitas (Euglenophyta), e protozoários são exemplos de seres mixotróficos.

As plantas carnívoras são comumente citadas como organismos mixotróficos de forma equivocada, pois todo seu alimento advém da fotossíntese. Essas plantas apenas dependem em parte do nitrogênio contido nas proteínas dos animais que digere. Essa dependência ocorre porque a planta carnívora é natural de áreas com o solo pobre e encharcado, escasso de nitratos, essenciais para a síntese da molécula de clorofila.

Referências

  1. Eiler A (2006). «Evidence for the Ubiquity of Mixotrophic Bacteria in the Upper Ocean: Implications and Consequences». Appl Environ Microbiol. 72 (12) [S.l.: s.n.] pp. 7431–7. doi:10.1128/AEM.01559-06. PMC 1694265Acessível livremente. PMID 17028233 
Ícone de esboço Este artigo sobre ecologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.