Mohammad Hamid Ansari

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Mohammad Hamid Ansari
Nascimento 1 de abril de 1937 (82 anos)
Calcutá, Bengala, Índia britânica
Morte Pratibha Patil
Nacionalidade Índia Indiano
Cidadania Índia, Índia britânica
Alma mater Universidade de Calcutá, Universidade muçulmana de Aligarh
Ocupação diplomata, político
Profissão Diplomata
Religião Islamismo

Mohammad Hamid Ansari (Calcutá, 1 de abril de 1937) é um diplomata e ex-reitor indiano. Foi Vice-presidente da Índia entre 2007 e 2017. Descendente de Mukhtar Ahmad, Ansari tem-se destacado por seu forte apoio às vítimas dos atos de violência de Guzerate.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Ansari nasceu na cidade de Calcutá em 1 de abril de 1937, sendo oriundo de uma família de Uttar Pradesh. Ansari estudou em Shimla's St. Edwards High School, na Universidade de Calcutá e posteriormente na Universidade de Aligarh.

Iniciou sua carreira na área de relações diplomáticas em 1961. Logo em seguida tornou-se Representante Permanente da Índia nas Nações Unidas, Alto Comissário na Austrália e embaixador nos Emirados Árabes Unidos, Afeganistão, Irã e Arábia Saudita.

Em julho de 2007, Ansari foi apontado pela Aliança Progressista Unida (UPA) para concorrer ao cargo de vice-presidente. Foi eleito o novo vice-presidente indiano com margem de 233 votos a mais que o rival Najma Heptulla. Esteve no cargo de 11 de agosto de 2007 a 11 de agosto de 2017. Sucedeu-lhe Venkaiah Naidu.

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.