Montes da Senhora

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde abril de 2012). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
 Portugal Montes da Senhora  
—  Freguesia  —
Igreja Matriz de Montes da Senhora
Igreja Matriz de Montes da Senhora
Brasão de armas de Montes da Senhora
Brasão de armas
Montes da Senhora está localizado em: Portugal Continental
Montes da Senhora
Localização de Montes da Senhora em Portugal
Coordenadas 39° 46' 40" N 7° 48' 21" O
País  Portugal
Concelho PNV.png Proença-a-Nova
Fundação 1921
Administração
 - Tipo Junta de freguesia
 - Presidente Carlos Manuel Ribeiro Gonçalves (PPD/PSD)
Área
 - Total 33,73 km²
População (2011)
 - Total 748
    • Densidade 22,2 hab./km²
Código postal 6150 Montes da Senhora

6150-123 Montes da Senhora

Orago Nossa Senhora do Pópulo
Sítio http://www.montesdasenhora.pt

Montes da Senhora é uma freguesia portuguesa do concelho de Proença-a-Nova, com 33,73 km² de área e 748 habitantes (2011). A sua densidade populacional é de 22,2 hab/km². Está situada num terreno acidentado, como se depreende da própria toponímia, limitado a norte pela freguesia de Alvito da Beira, a sul e a poente pela Sobreira Formosa, a nascente por Santo André das Tojeiras.

História[editar | editar código-fonte]

É povoação muito antiga, de fundação anterior à monarquia, provavelmente do tempo da dominação mourisca, segundo alguns dos estudiosos que a referem. E acrescentam que os vestígios existentes na serra do Chão do Galego, na gruta a que o povo sempre chamou «Buraca da Moura», são prova plena de tal filiação. A verdade é que a investigação é muito pouco convincente. Mas, nada repugna aceitar a hipótese pois a região era povoada ao tempo da chegada dos sarracenos, embora escassamente, e estes, na sua retirada lenta para o sul tiveram longos períodos de permanência nos lugares estratégicos, como seriam, na freguesia, alguns montes, nomeadamente a Portela das Talhadas e a própria serra do «Chão do Galego».

Pertenceu durante século à freguesia de Sobreira Formosa, acompanhando o antigo concelho desde o apogeu até à sua desagregação, em meados do século XIX. Depois, em 1921, foi constituída em sede de freguesia à custa daquela, ficando com 540 fogos onde vivem 2051 almas.

Localização no Concelho de Penamacor

População[editar | editar código-fonte]

População da freguesia de Montes da Senhora [1]
1864 1878 1890 1900 1911 1920 1930 1940 1950 1960 1970 1981 1991 2001 2011
2 062 2 501 2 520 2 268 1 608 1 308 1 118 925 748

Evolução da  População  (1864 / 2011) Grupos Etários  (2001 e 2011) Grupos Etários  (2001 e 2011)

Criada pela lei nº 1.064, de 09/11/1920, com lugares da freguesia de Sobreira Formosa

Actividades Económicas[editar | editar código-fonte]

A população da freguesia vive quase exclusivamente da agricultura. Produz cerejas, centeio, milho, vinho, azeite, mel, explora convenientemente os pinhais, que se dão bem nestes terrenos, mas de rendibilidade diminuta. Por isso, tal como nas restantes freguesias do concelho, muitos são os que abandonaram os seus lares no últimos anos, partindo em busca de melhor sustento noutras paragens.

O comércio é diminuto, limitando-se aos produtos de primeira necessidade que transacciona em pequenas mercearias mistas, onde aparecem vinhos e miudezas, adubos e fazendas. Dedica-se essencialmente à fruticultura (cerejas, limões), confecções, serralharia, indústria alimentar.

Escola do 1ºciclo Montes da Senhora
Oliveira centenária no Largo da Igreja Matriz

Ensino[editar | editar código-fonte]

No que diz respeito ao ensino, este já não detém nenhuma escola a ensinar em toda a freguesia.

Património Cultural e Edificado[editar | editar código-fonte]

  • Igreja Matriz tem como orago Nossa Senhora do Pópulo.
  • Linda capela no lugar de Catraia Cimeira.
  • Forno público
  • Vestígios de fortificações militares (como o Forte de Ponte de Alvito)
  • Marco geodésico
  • Alguma arquitectura tradicional
  • Igreja de S. Tiago Menor
  • Cruzeiro do Cabeço
  • Vestígios de fortificações e do Castelo de Peral
  • Moinhos de água
  • Buraca da Moura
  • Lugar da Conheira

Locais de interesse Turístico[editar | editar código-fonte]

Moinhos de água, zona piscatória, paisagem natural e circuito da Ribeira do Alvito.

Feiras[editar | editar código-fonte]

Anuais (3.º Domingo de Fevereiro e 3.º Domingo de Julho)

Festas e Romarias[editar | editar código-fonte]

As famosas cerejas de Montes da Senhora
  • Nossa Senhora do Pópulo - 15 de Agosto
  • Santa Luzia - 1º Fim-de-semana de Setembro
  • Festa das Cerejas - Julho
  • Festa do Casal da Ribeira - 3º Fim de semana de Setembro

Colectividades[editar | editar código-fonte]

  • Liga de Amigos de Montes da Senhora
  • Centro Cultural, Social e Recreativo de Montes da Senhora
  • Grupo de Danças e Cantares do Centro Social e Recreativo (C.S.C.R.) da Freguesia de Montes da Senhora
  • Companhia de Teatro de Montes da Senhora
  • CDJMS - Comissão de Desenvolvimento dos Jovens de Montes da Senhora

Lugares da Freguesia[editar | editar código-fonte]

Limoeiro no lugar de Rabacinas
  • Carregais
  • Carregal
  • Chão do Galego
  • Ponte do Alvito
  • Rabacinas
  • Casalinho
  • Chão Redondo
  • Catraia Cimeira
  • Catraia Fundeira (desabitada)
  • Ferraria
  • Casal da Ribeira
  • Montes da Senhora (Aldeia Cimeira, Monte de Cima, Monte do Meio, Monte de Baixo, Monte Barbo e Monte de Trigo)

Gastronomia[editar | editar código-fonte]

Maranho: Prato típico
  • Maranhos
  • Plangaio
  • Enchidos vários
  • Queijo de cabra

Referências

  1. Instituto Nacional de Estatística (Recenseamentos Gerais da População) - https://www.ine.pt/xportal/xmain?xpid=INE&xpgid=ine_publicacoes

Ligações externas[editar | editar código-fonte]