Mulheres (livro)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Mulheres
Autor(es) Charles Bukowski
Idioma Inglês
País  Estados Unidos
Género Realismo sujo
Editora Black Sparrow Books
Lançamento 1978
Páginas 291
Edição portuguesa
Tradução Fernando Luís
Editora D. Quixote
Lançamento 1985
Páginas 292
Edição brasileira
Tradução Reinaldo Moraes[1]
Editora L&PM
Lançamento 2011
Páginas 320
Cronologia
Factotum
Misto Quente (título no Brasil) ou Pão com Fiambre (título em Portugal)

Mulheres (Women no original) é o terceiro romance escrito pelo escritor Charles Bukowski, publicado em 1978 pela editora Black Sparrow Books nos Estados Unidos, em 2011 pela L&PM Editores no Brasil.[1]

O livro[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Após um longo período de jejum sexual, sem desejar mulher alguma, Henry Chinaski, se relaciona com algumas mulheres, bagunça suas almas, rompe corações, as enlouquece, as faz sofrer. E no fim elas ainda o consideram um bom sujeito. [1]

Personagens[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Henry Chinaski

Henry Chinaski representa o alter ego do próprio Charles Bukowski. Um escritor alcoólatra, misantrópico e amante de música clássica.

Lydia escultora, divorciada é a grande paixão de Hank.

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Referências