Mursilis I

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Mursilis I foi um rei dos hititas cerca de 1556-1526 a.C (breve cronologia) e foi o neto de seu predecessor, Hatusil I.

Mursilis é creditado com a conquista do reino de Iamade e sua capital, Alepo, no norte da Síria. Cerca de 1531 a.C., Mursilis liderou uma marcha sem precedentes de 2000 km para o sul do centro da Mesopotâmia, onde saqueou a cidade da Babilônia, pondo fim à dinastia amorita de Hamurabi. Esta invasão não resultou em qualquer controle hitita sobre a Babilônia, mas teve como consequência o surgimento dos cassitas como governantes de lá.

Quando Mursili voltou ao seu reino, ele foi assassinado em uma conspiração liderada por seu cunhado, Hantili I (que assumiu o trono), e o genro de Hantili, Zidanta I. Sua morte inaugurou um período de agitação social e a decadência do poder central, seguido pela perda das conquistas feitas na Síria.

Referências