Museu Arqueológico Regional Antonio Salinas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Museu Arqueológico Regional Antonio Salinas
Tipo museu de arqueologia, edifício
Inauguração 1866 (156 anos)
Visitantes 18 680, 66 181, 72 042
Acervo 2 000
Área 8 000 metro quadrado, 4 000 metro quadrado
Administração
Proprietário(a) Sicília
Website oficial
Geografia
Coordenadas 38° 7' 15.42" N 13° 21' 36.26" E
Localização Palermo - Itália
Patrimônio Herança nacional italiana
Homenageado Antonio Salinas
Vista de uma das salas do museu

O Museu Arqueológico Regional Antonio Salinas é um museu de Palermo, na Itália.

Seu prédio data do século XVI, projetado por Antonio Muttone para servir como residência dos padres da Congregação de São Felipe Neri, sendo terminado no século XVII. Com a supressão de ordens religiosas em 1866, o prédio foi transferido para a administração dos museus nacionais italianos, recebendo o primeiro núcleo de relíquias arqueológicas, uma doação da Universidade de Palermo. Então foi reformado e adaptado para o uso museal. Durante a II Guerra Mundial suas coleções foram removidas para outro local por medida de segurança, e o edifício sofreu sérios danos. Depois da guerra foi reestruturado e reaberto. O acervo compreende antiguidades fenícias, etruscas, greco-italianas, além de manuscritos, livros raros, selos, fotografias e moedas mais recentes.

Referências[editar | editar código-fonte]

  • Museo archeologico regionale Antonio Salinas. Wikipedia, L'enciclopedia libera. Tratto il 23 marzo 2010, 11:36
Commons
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Museu Arqueológico Regional Antonio Salinas
Ícone de esboço Este artigo sobre um museu é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.