Nacionalismo castelhano

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde janeiro de 2017). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
O Castelo Peñafiel.
Escultura do Conde Fernão Gonçalves de Castela sobre o Arco de Santa Maria, Gonçalves foi o primeiro  conde de Castela.

Nacionalismo de castela, ou "Castelhanismo" (em espanhol: Castellanismo), é um movimento político, que defende para o reconhecimento nacional de Castela, e, em alguns casos, a sua independência.

Alguns nacionalistas de Castela defendem os valores e as tradições dos rebeldes do Guerra das Comunidade de Castela, para que eles chamam de "comuneros". Alguns deles também alegam que a união do atual  Comunidade Autónoma de Cantábria, Castela e Leão, Castela-La Mancha, La Rioja e Madrid.

Em 23 de abril é comemorado como o Dia Nacional de Castela após a derrota dos comuneros na Batalha de Villalar, em 1521.

Símbolos[editar | editar código-fonte]

Atuais partidos políticos[editar | editar código-fonte]

  • Esquerda de Castela
  • Tierra Comunera
  • Partido de Castela
  • Ahora Castilla

Ver também[editar | editar código-fonte]

  • Pessoas de Castela

Ligações externas[editar | editar código-fonte]