Nanodegree

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Os cursos Nanodegree ("nanograu" - "grau nano") são formações online com menor tempo de duração se comparados aos programas tradicionais oferecidos pelas instituições de ensino superior tradicionais.

Em geral, os conteúdos são criados em parceria com empresas de tecnologia e negócios, como Google[1], Amazon e Facebook[2][3][4], e têm como objetivo preparar seus estudantes para o mercado de trabalho. Os nanodegree[5][6] são uma modalidade de MOOCs popularizado pela Udacity[7][8][9]. Eles se caracterizaram como uma formação a distância, de duração curta a média e que faz uso de ferramentas como mentoria de especialistas na área, realização de projetos práticos e feedbacks personalizados[10] a cada entrega[9][11].

1. O que é e como funciona um curso Nanodegree?[editar | editar código-fonte]

Os cursos nanodegrees costumam durar de um a seis meses por período no Brasil[12]. O foco é o ensino de habilidades demandadas pelas empresas e pelo mercado de trabalho[13]. Ao concluir um nanodegree. os estudantes recebem certificações aprovadas por empregadores[9][14]. Em geral, os custos destes cursos são menores do que em escolas tradicionais[9].

Os programas são construídos em parceria com algumas das principais companhias de tecnologia e negócios do mundo, como Google, Facebook, Amazon, IBM, Nvidia e Mercedes-Benz, entre diversas outras empresas[2][4][15][16].

2. Como surgiram os cursos Nanodegree?[editar | editar código-fonte]

O termo MOOC (do inglês Massive Open Online Course)[17][9] é utilizado para designar qualquer curso online, aberto e massivo, isto é, que atinja um número indefinido de pessoas.

Não existe um consenso sobre qual foi o primeiro MOOC disponibilizado na internet[18], mas de acordo Cathy Davidson[19], co-fundadora da HASTAC — empresa que oferece ferramentas e metodologias para a sala de aula —, sua companhia ofereceu o primeiro curso online entre os anos de 2006 e 2007[18], atingindo cerca de 100 mil pessoas.

Outros analisam que esse feito ocorreu em 2008[20], quando Stephen Downes e George Siemens montaram um curso online com o objetivo de provar que era possível promover um aprendizado aberto e "conectivista" através de uma plataforma digital.

Nessa discussão[18], também é mencionada a possibilidade de que Sebastian Thrun e Peter Norvig tenham sido os primeiros a desenvolverem um MOOC em 2011, quando ministraram seu curso de introdução à inteligência artificial em Stanford. O programa online obteve mais de 160 mil inscritos em 190 países e inspirou a fundação da Udacity[9][21][22]. Após esse episódio, Thrun percebeu que havia alto potencial para fornecer uma qualificação voltada para tecnologia que fosse prática, acessível e altamente eficaz para o mundo. Assim, os nanodegrees[5] foram pensados para serem menos passivos (baseados apenas em longas aulas ou palestras, nas quais os alunos apenas assistem) e, sim, mais práticos e dinâmicos, com a possibilidade de o estudante colocar a mão na massa para executar projetos reais com base no que foi ensinado.

3. Certificação Nanodegree[editar | editar código-fonte]

As certificações desta modalidade não equivalem a diplomas de graduação/pós providos por universidades brasileiras credenciadas ao Ministério da Educação do Brasil (MEC). Porém, são amplamente reconhecidos[9][23] pelo mercado de trabalho[12][7][11][14][24], visto que o desenvolvimento dos cursos são feitos em parceria com grandes empresas[1], como GitHub e IBM[15][9][24].

Uma vez que o Nanodegree é baseado em projetos, o aluno acaba finalizando o curso com um portfólio completo, que representa todas as habilidades que ele adquiriu no programa e se torna uma ferramenta para evidenciar para o mercado de trabalho todos os novos aprendizados[25]. Além disso, o certificado tem reconhecimento internacional, já que a Udacity conta com alunos em mais de 160 países[26] e todos recebem o mesmo certificado[13].

Referências

  1. a b «Universidade faz parceria com Google e lança 12 cursos online e gratuitos | EXAME». exame.abril.com.br. Consultado em 25 de novembro de 2018 
  2. a b TecMundo (8 de julho de 2016). «Udacity, a 'universidade do Vale do Silício', chega ao Brasil». TecMundo - Descubra e aprenda tudo sobre tecnologia 
  3. «Kroton anuncia parceria com Udacity para oferecer MBA online - ISTOÉ Independente». ISTOÉ Independente. 27 de julho de 2018 
  4. a b «Conheça os parceiros de conteúdo de cada Nanodegree». Central de Ajuda. Consultado em 25 de novembro de 2018 
  5. a b «Nanodegree: 6 perguntas e respostas - FAPPES». fappes.edu.br. Consultado em 25 de novembro de 2018 
  6. «"Nanodegree" é uma possibilidade de formação online e especializada». Na Prática. 3 de abril de 2018 
  7. a b «MBA já era, vem aí o Nanodegree». Observatorio da Imprensa. 30 de setembro de 2014. Consultado em 19 de agosto de 2017 
  8. Zogbi, Paula. «Kroton e "universidade do Vale do Silício" lançam MBA executivo online». www.infomoney.com.br. Consultado em 25 de novembro de 2018 
  9. a b c d e f g h «Por que você deveria saber o que são os MOOCs». epocanegocios.globo.com 
  10. Zogbi, Paula. «Google e Udacity lançam curso online de marketing digital com mentoria personalizada». www.infomoney.com.br. Consultado em 25 de novembro de 2018 
  11. a b http://www.keynes.com.br/noticias/21/01/2015/cursos-nanodegree/
  12. a b http://www1.folha.uol.com.br/fsp/tec/186998-mba-ja-era-vem-ai-o-nanodegree.shtml
  13. a b «"Quem quiser se manter no mercado de trabalho não pode parar de estudar"». epocanegocios.globo.com 
  14. a b «Real valor de ter um certificado Nanodegree». Central de Ajuda. Consultado em 25 de novembro de 2018 
  15. a b TecMundo (1 de novembro de 2018). «Entrevista: a importância de aprender sobre IA com NVIDIA e Udacity». TecMundo - Descubra e aprenda tudo sobre tecnologia 
  16. «WorldQuant and Udacity Partner to Offer Artificial Intelligence for Trading Nanodegree Program» (em inglês) 
  17. «O que são MOOCs (Massive Open Online Courses)? | Biblioteca do Instituto de Psicologia - UFRGS». Biblioteca do Instituto de Psicologia - UFRGS. Consultado em 25 de novembro de 2018 
  18. a b c «What Was the First MOOC?». HASTAC (em inglês) 
  19. «Cathy Davidson». HASTAC (em inglês). Consultado em 25 de novembro de 2018 
  20. «A Brief History of MOOCs». MAUT (em inglês). Consultado em 25 de novembro de 2018 
  21. «Após receber aporte de US$105 milhões, Udacity chega ao Brasil - Startupi». Startupi. 5 de julho de 2016 
  22. «Sobre Nós». br.udacity.com. Consultado em 25 de novembro de 2018 
  23. Natividade, Priscila. «Qualificação online: confira quinze plataformas com cursos para se dar aquele upgrade». Jornal CORREIO | Notícias e opiniões que a Bahia quer saber 
  24. a b «Ambev, Nubank e Udacity lançam desafio para profissão quente no Brasil | EXAME». exame.abril.com.br. Consultado em 25 de novembro de 2018 
  25. «Novidade grátis em universidade online ajuda quem quer conquistar emprego | EXAME». exame.abril.com.br. Consultado em 25 de novembro de 2018 
  26. «Diferenças entre a Udacity e universidades tradicionais». Central de Ajuda. Consultado em 25 de novembro de 2018 
Ícone de esboço Este artigo sobre educação ou sobre um educador é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.