Udacity

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Udacity é uma organização educacional com fins lucrativos fundada por Sebastian Thrun, David Stavens, e Mike Sokolsky.[1] [2] Nasceu de um experimento da Universidade de Stanford, em que Sebastian Thrun e Peter Norvig ofereceram o curso on-line de "Introdução à Inteligência Artificial" para qualquer pessoa, gratuitamente. Mais de 160 mil alunos em mais de 190 países realizaram a inscrição. Começou a operar no ano de 2011.[3] [4] [5] [6] [7] [8]

Classificada como uma MOOC , o objetivo da Udacity é tornar a educação acessível para todos. Todas as classes estão disponíveis gratuitamente na Web e alguns também oferecem créditos universitários por uma taxa com baixo valor, quando se leva em consideração cursos lecionados de maneira tradicional. [9] Segundo a missão da organização, “o ensino superior é um direito humano básico, e nós procuramos capacitar nossos alunos para avançar sua educação e carreiras.” [10]

História[editar | editar código-fonte]

Fundada em 2011 por três especialistas em robótica da Califórnia, teve em seu primeiro curso online mais de 160 mil estudantes, de mais de 190 países, matriculados em Introdução à Inteligência Artificial. Atualmente, conta com cerca de 1 milhão de alunos na América do Norte, Europa, Brasil e Índia. No ano de 2012, houve o anúncio através da Conferência Digital Life Design. Foi efetivamente fundada através da empresa de capital Charles River Ventures, por um preço de $200.000 dólares; [11] Em seguida, a empresa de capital de ventura Andreesen Horowitz fez um investimento extra de $15 milhões de dólares na plataforma.[12]

A Udacity refere a si mesma como uma “Universidade do século 21”, que oferece cursos interativos com módulos que podem ser concluídos em uma semana de trabalho. Seu método de ensino inclui perguntas incorporadas nos vídeos das aulas e trabalhos sem data de entrega. [13]

Até o momento, a Udacity, sediada no Vale do Silício, tem instituições educacionais parceiras: Google,Facebook, mongo BD, Cloudera e AT&T. Ela oferece cursos nas áreas de Ciências, Tecnologia, Engenharia e Matemática, e de Administração de Empresas.[14]


Estrutura do Curso[editar | editar código-fonte]

Udacity possui uma estrutura didática semelhante à plataformas como EdX, na qual as aulas filmadas são apresentadas em sessões curtas no formato expositivo utilizando uma lousa branca, e com legendas em inglês; além disso, são apresentando conjuntamente pequenos 'quizzes' ao longo do vídeo para que os conceitos e conteúdo recentemente apresentados aos alunos sejam retidos de maneira mais eficiente no decorrer do curso; também existem atividades extras que precisam ser realizadas dentro um prazo estabelecido pelo curso; caso seja de interesse do aluno, também é possível baixar localmente o conteúdo apresentado para estudo off-line. Para atividades que envolvam algum nível de programação, faz-se necessário o uso da linguagem Python, na qual os scripts implementados são executados e avaliados nos servidores da plataforma. As descrições do curso, tutores e ementa ficam disponíveis nas páginas iniciais de cada uma das disciplinas disponibilizadas na plataforma. [15] Quando o curso é finalizado pelo estudante, estes recebem um certificado apresentando o seu nível de cumprimento com as atividades como um todo, assinado pelos instrutores responsáveis, na qual não há qualquer tipo de cobrança extra necessária[16] . No entanto, a emissão de certificados gratuitos está sendo encerrada gradativamente. Em agosto de 2012, uma parceria com uma companhia de testes em componentes eletrônicos chamada Pearson VUE, estudantes do curso "Introduction to Computer Science: Building a Search Engine", do tutor David Evans, podem realizar um exame final supervisionado por uma taxa de $89 dólares, em um esforço para que as turmas emergentes consigam certificações oficiais necessárias para que sejam devidamente reconhecidas por empregadores. [17] [18] [19]

Lista de Cursos Disponíveis[editar | editar código-fonte]

Abaixo se encontram todos os cursos ofertados pela Udacity conjuntamente com o seu nível de dificuldades em termos de conhecimento prévio sobre o conteúdo a ser apresentado no mesmo (atualizado até o mês de Julho de 2015):

Mudanças Efetuadas[editar | editar código-fonte]

Inicialmente, o prazo para a inscrição em um determinado curso na plataforma era aceito até o prazo final de entrega da primeira atividade no formato "homeworks"; após isto, o acesso era restringido para os usuários; no entanto, a partir de Agosto de 2012, os cursos passaram a ter um acompanhamento aberto, na qual o estudante pode se inscrever a qualquer momento após o curso ter sido iniciado; todas as vídeo-aulas e problemas(quizzes) apresentados estarão disponíveis para serem assistidos e realizados como o estudante desejar.

Um progresso para os alunos ingressantes ocorreu no campus principal da Universidade do Estado do Colorado (CSU), na qual a mesma começou a aceitar oficialmente a transferência de créditos da turma "Introduction to Computer Science", desde que os estudantes tenham finalizado o curso através do exame supervisionado.[20] Também está ocorrendo a parceria com a Georgia Institute of Technology, juntamente com a AT&T, para haver a oferta de cursos no decorrer das titulações de Mestrado em Ciências da Computação ofertados pela instituição, fazendo com que seja lançado a primeira graduação na modalidade MOOC (Massive Open Online Courses); tal titulação custa cerca de $7.000 dólares aos estudantes.[21] [22] [23]

Udacity contou com alunos de 203 países, no verão de 2012, o maior número de estudantes nos Estados Unidos (42 por cento), Índia (7 por cento), Grã-Bretanha (5 por cento) e Alemanha (4 por cento).[15] Os alunos possuem de 13 a 80 anos. [24] Crianças de 13 anos crianças são capazes de completar múltiplos cursos de nível superior em Ciência da Computação na Udacity.[25]

Premiações[editar | editar código-fonte]

Em 26 de novembro de 2012, Sebastian Thrun recebeu a premiação da "Inaugural Smithsonian Ingenuity Award in Education" devido ao seu trabalho com a plataforma Udacity, cujo artigo premiado foi o "How Artificial Intelligence Can Change Higher Education". [26]


Líderes[editar | editar código-fonte]

Atualmente o quadro de líderes da Udacity é composto por:

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. "Stanford Takes Online Schooling To The Next Academic Level", 23 January 2012.
  2. http://www.udacity.com/courses
  3. "Professor leaving Stanford for online education startup", 25 January 2012. Página visitada em 25 January 2012.
  4. Introduction to Artificial Intelligence
  5. DeSantis, Nick. "Professor Departs Stanford U., Hoping to Teach 500,000 Students at Online Start-Up", 23 January 2012. Página visitada em 25 January 2012.
  6. "Instruction for Masses Knocks Down Campus Walls", 4 March, 2012. Página visitada em 20 March 20120.
  7. Shen, Clarissa. "Sebastian Thrun wins Smithsonian American Ingenuity Award in Education for Udacity work!", 26 November 2012. Página visitada em 7 December 2012.
  8. Vanderbilt, Tom. "How Artificial Intelligence Can Change Higher Education", December 2012. Página visitada em 7 December 2012.
  9. MIT Technology Review. Sebastian Thrun sobre o Futuro da Aprendizagem. Visitado em 5 de julho de 2015.
  10. Udacity, Inc. Missao da Udacity. Visitado em 5 de julho de 2015.
  11. Salmon, Felix. "Udacity and the future of online universities", 23 January 2012. Página visitada em 25 January 2012.
  12. Clark, Don. "Startup Udacity Builds Bankroll For Online Learning", 25 October 2012. Página visitada em 4 January 2013.
  13. IIPDigital. Historia. Visitado em 5 de julho de 2015.
  14. Udacity. Cursos. Visitado em 5 de julho de 2015.
  15. a b FAQ. Visitado em 30 de julho de 2015.
  16. Udacity General FAQ
  17. Udacity August Newsletter: All the latest updates straight to your inbox!.
  18. Udacity in partnership with Pearson VUE announces testing centers (2012-06-01).
  19. Proctored exam for Intro to Computer Science now available (2012-08-24).
  20. "CSU forging smart partnerships in online studies", Coloradoan.com, Gannett, 27 October 2012. Página visitada em 2012-11-19.
  21. "Georgia Tech, Udacity Shock Higher Ed With $7,000 Degree", Forbes. Página visitada em 2013-05-15.
  22. "Proving Grounds for a New Model for Higher Education", Huffington Post. Página visitada em 2014-09-29.
  23. "The $7,000 Computer Science Degree — and the Future of Higher Education", Time. Página visitada em 2013-05-21.
  24. chronicle. numeros. Visitado em 5 de julho de 2015.
  25. Udacity. acessos. Visitado em 5 de julho de 2015.
  26. SmithSoniamag. acessos. Visitado em 30 de julho de 2015.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre educação ou sobre um educador é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.