Nichiren Shoshu

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Budismo Nichiren Shoshu
Símbolo da Nichiren Shoshu
日蓮正宗
Classificação Budismo de Nitiren
Teologia Budismo Hokke
Líder Nichi Nyo Shonin
Sede Taiseki-ji
Fundador Nitiren
Origem 1290
Minobu, depois transferido para Taisekiji
Membros 628000 membros (dezembro de 2017)[carece de fontes?]
Site oficial Website Nichiren Shoshu
Logo Grou arredondado
Sanmon.jpg

Nichiren Shoshu (Kanji: 日蓮正宗? Inglês: Orthodox School of Nichiren, Portugûes: Escola Ortodoxa de Nichiren) é uma religião budista fundada há mais de 750 anos no Japão, precisamente em 28 de abril de 1253, por Nichiren Daishonin.

Está presente no Brasil desde a década de 1960, trazida pelos imigrantes japoneses. Possui mais de 700 templos em diversas localidades do Japão, incluindo o Templo Principal, Taisekiji, e também templos e centros de propagação em vários países como Argentina, Brasil, Estados Unidos, Indonésia, França, Taiwan.

No Brasil, além de um Templo Filial em Angra dos Reis, RJ, e vários centros de propagação, a Nichiren Shoshu inaugurou recentemente um Templo no bairro da Saúde, São Paulo, o Templo Kaidozan Shoboji,

Mais de 1 milhão de pessoas em 40 diferentes países são adeptas do Budismo da Nichiren Shoshu. No Brasil são cerca de 3,5 mil praticantes.

O Budismo foi revelado na Índia pelo Buda Shakyamuni há aproximadamente dois mil e quinhentos anos.

Convencao.jpg

O Buda Sakyamuni realizou pregações durante um período de 50 anos para a salvação de todas as pessoas e, nos 8 anos anteriores ao seu falecimento, ensinou o Sutra do Lótus – o verdadeiro propósito de seu advento.

Conforme a predição do Buda Sakyamuni revelada no Sutra do Lótus, na época denominada Era do Fim do Dharma – iniciada dois mil anos após o falecimento do Buda Sakyamuni - Nichiren Daishonin fez o seu advento como o Verdadeiro Buda para a salvação dos seres.

Nichiren Daishonin ensina que todas as pessoas que seguem o Dai-Gohonzon (Objeto de Devoção Inscrito por Ele) que é a essência do Sutra de Lótus - e recitam o Nam-Myoho-Renge-Kyo, devotando a esse Objeto de devoção poderão atingir a condição de vida de Iluminação, ou seja, o Estado de Buda (Felicidade inabalável). Através da dedicação sincera ao Gohonzon pode-se solucionar fundamentalmente todos os sofrimentos e angústias, bem como atingir a Iluminação (Estado de Buda).

O objetivo principal do Budismo da Nichiren Shoshu é que todos os seres possam atingir a Iluminação e que através da compreensão da Lei de Causa e Efeito e a pratica correta do Budismo o ambiente possa se tornar tranquilo e sereno (Kossen Rufu).

Visão Geral[editar | editar código-fonte]

O grou arredondado usado como o logo oficial do Budismo Nichiren Shoshu.

Nichiren Shoshu é uma seita do budismo maaiana. Seu nome original é Escola (Shu) Nitiren da área Fuji, vertente do templo Taisekiji, indicando a nomenclatura geral das seitas da época, embora não unidas, e depois divididas em diferentes tradições localizadas. Após a restauração Meiji, recebeu seu próprio nome, Nichiren Shoshu, em 1912. Seu templo principal, Taisekiji, está localizado nas encostas mais baixas do Monte Fuji, no Japão. Taiseki-ji é visitado regularmente por membros da Nichiren Shōshū de todo o mundo que vêm recitar para o Dai Gohonzon, que eles afirmam ter sido descrito por Nichiren como "... a essência do meu estado de Buda escrita em tinta Sumi."[carece de fontes?]

Ao contrário de outras práticas budistas Maaianas, Nichiren explicou o Sutra de Lótus e recitou Nam-myōhō-renge-kyō como uma forma de qualquer pessoa obter a Iluminação, independentemente de sua posição na vida, condição das circunstâncias, gênero e papel ocupacional, bem como não necessariamente esperando para ser reencarnado em outra existência futura.[1]

Nichiren Shōshū possui mais de 700 templos locais e outras instalações semelhantes a templos (centros de propagação) no Japão. [carece de fontes?] Também possui 24 templos designados oficiais no exterior [carece de fontes?] e 678.000 membros registrados. [carece de fontes?]

Nichiren Shōshū reivindica uma linhagem direta, chamada Yuijo Ichinen Kechimyaku Sojo, de sucessivos Sumos Sacerdotes de Nikko Shonin, que eles acreditam ter sido escolhido por Nichiren para continuar a propagação de sua prática budista nos Últimos Dias da Lei, uma afirmação que outras seitas budistas de Nichiren também afirmam, como Nichiren Shu. [2] Nichiren Shōshū afirma que essa linhagem é estabelecida nos seguintes documentos da Nichiren:[carece de fontes?]

  1. A Lei que Nitiren propagou ao longo de sua vida (Nichiren ichi-go guho fu-zo-ku-sho)
  2. O Documento de Transferência Ikegami (Minobu-Sanfu-Zokusho)
  3. Os 106 Artigos da Nichiren Shōshū (Hya-Ku-Rokka-Sho)

O atual líder da seita é o 68º Sumo Sacerdote, Nichinyo Shōnin (1935-). [carece de fontes?] Os sacerdotes Nichiren Shōshū se distinguem dos da maioria das outras escolas por usarem apenas vestes brancas e cinza e um sobrepeliz branco, como eles acreditam que Nitiren fez. [carece de fontes?] Desde o período Meiji, os sacerdotes da Nichiren Shōshū, como outras seitas budistas japonesas, foram autorizados a se casar. [carece de fontes?]

Doutrina[editar | editar código-fonte]

Juzu, contas de oração budistas com cordões e bolas brancas, a única cor e formato permitidos na prática de Nichiren Shoshu

A doutrina Nichiren Shōshū estende a classificação Tiantai dos sutras budistas em cinco períodos de tempo e oito categorias (五時八教: goji-hakkyō), sua teoria de 3000 reinos interpenetrantes em um único momento de vida (一念三千: Ichinen Sanzen), e sua visão das Três Verdades (三諦: Santai). Além disso, a escola defende que ao revelar e propagar seus ensinamentos, Nitiren estava cumprindo uma profecia feita pelo Buda Shakyamuni; 563? -483? AC) no 21º capítulo do Sutra de Lótus, que afirma o seguinte: [carece de fontes?]

Como os raios do sol e da lua que dissipam a escuridão dos fenômenos, esta pessoa praticará no mundo, dissipará a escuridão de toda a humanidade e conduzirá um número incomensurável de bodhisattvas para finalmente atingir o único veículo.[carece de fontes?]
  1. (Namu Butsu) - Nichiren Shōshū ensina que Nichiren é o Verdadeiro Buda para a era moderna, correspondendo à era budista presente e por toda a eternidade - por esta razão, referindo-se a ele como Nichiren Daishōnin ("Grande Sábio Nichiren").
  2. (Namu Ho) - O Dharma, ou Lei Mística (Myōhō: místico no sentido de profundo, sublime ou insondável), é o ensinamento final do Buda Verdadeiro, cristalizado em Nam Myōhō Renge Kyō.
  3. (Namu So) - O Sangha refere-se ao coletivo de sacerdotes da Nichiren Shōshū que servem para proteger e preservar as doutrinas e dogmas de Nichiren Shōshū.

As Três Grandes Leis Secretas[editar | editar código-fonte]

De acordo com as crenças doutrinárias de Nichiren Shoshu, Nichiren instituiu o domínio de três disciplinas espirituais: [carece de fontes?]

  1. Preceitos - elaborados para ajudar os praticantes a substituir as causas negativas que tendem a fazer por causas positivas.
  2. Meditação - projetada para tranquilizar e focar a mente na pureza.
  3. Sabedoria - projetada para discernir as causas das paixões e desejos negativos e incorporar a verdade universal budista.

Nichiren Shoshu ensina que Nichiren revelou as Três Grandes Leis Secretas: [carece de fontes?]

  1. O Dai-Gohonzon como o Supremo Objeto de Adoração, originado do voto dos Preceitos.
  2. O Daimoku de Nam Myoho Renge Kyo como a Invocação Suprema, originando sua prática de meditação.
  3. O Dai-Sekiji no Honmon Kaidan ( Tai-sekiji ) como a Plataforma do Alto Santuário de Ensinamentos Essenciais, originando seu ofício autorizado de Sabedoria.

Lista dos Sumo Sacerdotes[editar | editar código-fonte]

The 65th High Priest Nichijun Shonin officiating the Gongyo prayers in October 1959 at the Jozai-ji temple in Ikebukuro, Toshima, Japan.
List of High Priests of Nichiren Shoshu [carece de fontes?]
Ordem Sumo Sacerdote Data de Nascimento Data da Morte
1 Nichiren Daishonin 16 de fevereiro de 1222 13 de outubro de 1282
2 Nikko Shonin 8 de março de 1246 7 de fevereiro de 1333
3 Nichimoku Shonin 28 de abril de 1260 15 de novembro de 1333
4 Nichido Shonin 1283 26 de fevereiro de 1341
5 Nichigyo Shonin Não Registrado 13 de agosto de 1369
6 Nichiji Shonin Não Registrado 4 de junho de 1406
7 Nichi a Shonin Não Registrado 10 de março de 1407
8 Nichi-ei Shonin 7 de novembro de 1353 4 de agosto de 1419
9 Nichiu Shonin 16 de abril de 1402 29 de setembro de 1482
10 Nichijo Shonin Não Registrado 20 de novembro de 1472
11 Nittei Shonin Não Registrado 7 de abril de 1472
12 Nitchin Shonin 1469 24 de junho de 1527
13 Nichi-in Shonin 1518 6 de julho de 1589
14 Nisshu Shonin 1555 17 de agosto de 1617
15 Nissho Shonin 1562 7 de abril de 1622
16 Nichiju Shonin 1567 21 de fevereiro de 1632
17 Nissei Shonin 1600 5 de novembro de 1683
18 Nichi-ei Shonin 3 de março de 1594 7 de março de 1638
19 Nisshun Shonin 1610 12 de novembro de 1669
20 Nitten Shonin 1611 21 de setembro de 1686
21 Nichinin Shonin 1612 4 de setembro de 1680
22 Nisshun Shonin 1637 29 de outubro de 1691
23 Nikkei Shonin 1648 14 de novembro de 1707
24 Nichi-ei Shonin 1650 24 de fevereiro de 1715
25 Nichiyu Shonin 1669 28 de dezembro de 1729
26 Nichikan Shonin 7 de agosto de 1665 19 de agosto de 1726
27 Nichiyo Shonin 1670 4 de junho de 1723
28 Nissho Shonin 1681 25 de agosto de 1734
29 Nitto Shonin 3 de março de 1689 1 de dezembro de 1737
30 Nitchu Shonin 1687 11 de outubro de 1743
31 Nichi-in Shonin 17 de outubro de 1687 14 de junho de 1769
32 Nikkyo Shonin 1704 12 de agosto de 1757
33 Nichigen Shonin 15 de agosto de 1711 26 de fevereiro de 1778
34 Nisshin Shonin 1714 26 de julho de 1765
35 Nichi-on Shonin 1716 3 de julho de 1774
36 Nikken Shonin 1717 3 de outubro de 1791
37 Nippo Shonin 23 de janeiro de 1731 26 de maio de 1803
38 Nittai Shonin 1731 20 de fevereiro de 1785
39 Nichijun Shonin 1736 30 de julho de 1801
40 Nichinin Shonin 1747 25 de agosto de 1795
41 Nichimon Shonin 1751 14 de agosto de 1796
42 Nichigon Shonin 1748 11 de julho de 1797
43 Nisso Shonin 1759 3 de dezembro de 1805
44 Nissen Shonin 1760 7 de janeiro de 1822
45 Nichirei Shonin Não Registrado 8 de maio de 1808
46 Nitcho Shonin 1766 27 de janeiro de 1817
47 Nisshu Shonin 1769 22 de setembro de 1816
48 Nichiryo Shonin 18 de fevereiro de 1771 29 de maio de 1851
49 Nisso Shonin 1773 8 de maio de 1830
50 Nichijo Shonin 1795 1 de maio de 1836
51 Nichi-ei Shonin 1798 9 de julho de 1877
52 Nichiden Shonin 25 de agosto de 1817 24 de junho de 1890
53 Nichijo Shonin 11 de outubro de 1831 25 de junho de 1892
54 Nichi-in Shonin 16 de março de 1829 2 de junho de 1880
55 Nippu Shonin 5 de fevereiro de 1835 4 de março de 1919
56 Nichi-o Shonin 1848 15 de junho de 1922
57 Nissho Shonin 24 de maio de 1865 26 de janeiro de 1928
58 Nitchu Shonin 18 de dezembro de 1861 18 de agosto de 1923
59 Nichiko Shonin 24 de fevereiro de 1867 23 de novembro de 1957
60 Nichikai Shonin 23 de agosto de 1873 21 de novembro de 1943
61 Nichiryu Shonin 10 de agosto de 1874 24 de março de 1947
62 Nikkyo Shonin 18 de setembro de 1869 17 de junho de 1945
63 Nichiman Shonin 5 de março de 1873 7 de janeiro de 1951
64 Nissho Shonin 24 de setembro de 1879 14 de outubro de 1957
65 Nichijun Shonin 10 de outubro de 1898 17 de novembro de 1959
66 Nittatsu Shonin 15 de abril de 1902 22 de julho de 1979
67 Nikken Shonin 19 de dezembro de 1922 20 de setembro de 2019
68 Nichinyo Shonin 25 de fevereiro de 1935 Atual Sumo Sacerdote (titular)
  • As datas denotam as datas de morte de cada prior.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

  1. International (SGI), Soka Gakkai. «Alcançando o estado de Buda nesta vida | Soka Gakkai International (SGI)». www.sgi.org (em inglês). Consultado em 29 de maio de 2020 
  2. Bromley, David G.; Hammond, Phillip E.; Seminary), New Ecumenical Research Association (Unification Theological (1987). The Future of New Religious Movements (em inglês). [S.l.]: Mercer University Press. ISBN 978-0-86554-238-9