Nicholas Storch

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Nicholas Storch foi um pregador radical alemão, no tempo da Reforma protestante, cujas idéias e ações o vinculam ao movimento Anabatista e à Guerra dos Camponeses.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Storch era um tecelão e estudioso da Bíblia. Aderiu ao movimento reformista iniciado por Lutero, mas seguiu seus próprios caminhos, que os levaram a se distanciar dos luteranos ortodoxos e a se identificar com os anabatistas.

Rejeitou o batismo infantil, pregou a igualdade social e a partilha comunitária de bens, sustentava que Deus dialoga com cada ser humano diretamente (sem a intermediação de igrejas e sacerdotes) através de sonhos e visões, e anunciava o retorno iminente do Cristo.

Juntamente com Thomas Dreschel e Mark Thomas Stübner, foi um dos criadores do grupo radical "Profetas de Zwickau".

De Zwickau, Storch transferiu-se para Wittenberg, onde chegou em 1521. Andreas Karlstadt foi logo conquistado à sua causa, mas ele acabou sendo expulso da cidade, por Lutero.

Então, viajou por toda a Alemanha, pregando suas idéias revolucionárias.

Sobre ele diz-se que:

  • Foi um dos criadores da seita dos Abecedários, que pregava o "anti-conhecimento".
  • Teria sido um dos principais instigadores da Guerra dos Camponeses, em Turíngia.

Morreu em Munique, em 1525.

Referências[editar | editar código-fonte]

  • Paul Tschackert: Nicolaus Storch. In: Allgemeine Deutsche Biographie (ADB). Bd. 36. Duncker & Humblot, Leipzig 1893.
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.