Nilopolitana Cavalcanti & Cia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde outubro de 2011).
Por favor, adicione mais referências inserindo-as no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Nilopolitana Cavalcanti & Cia ltda
Tipo Privada
Slogan Transportando com Qualidade
Fundação 1957
Sede Nilópolis-RJ, Brasil Brasil
Área(s) servida(s) Nilópolis, Nova Iguaçu, São João de Meriti, Mesquita, Duque de Caxias e Rio de Janeiro.
Empregados 784
Produtos Transporte urbano de Passageiros

A Nilopolitana Cavalcanti & Cia é uma empresa de transporte rodoviário de passageiros situada no município de Nilópolis. Foi criada em 1957.[1][2][3]

História[editar | editar código-fonte]

O Começo[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Nilopolitana Cavalcanti & Cia

Foi em 1957, quando o controle acionário da então Empresa Nilopolitana de Transporte foi transferido para os empresários Luiz Rodrigues Cavalcanti Filho, Abel Magalhães Castelo e Waldemir Antonio Pereira, que mudaram sua razão social para Cavalcanti & Cia, mantendo Nilopolitana como nome fantasia. Mais tarde, a empresa passou a ser dirigida pelos irmãos Gilberto, Luiz Augusto e Antônio Cavalcanti, filhos de Luiz Rodrigues. Foi nessa época que a Nilopolitana enfrentou o pior momento de sua história: a encampação feita pelo Governo do Estado do Rio de Janeiro, que começou no final de 1985 e só terminou em 1988, quando o Governo devolveu a empresa aos sócios. Antes da encampação, a empresa possuía 120 ônibus. Quando da devolução aos empresários, apenas 7 estavam em condições de operação. Foram necessários quase dois anos para deixar a empresa em condições de operação novamente. Portanto, pode-se dizer também que tudo começou, ou recomeçou, em 1988.

No dia 14 de março, seus ônibus começaram a receber a pintura nas cores laranja, branco e cinza, padronizadas pela prefeitura de Nova Iguaçu, após a licitação que definiu quais empresas continuariam a operar linhas de transporte municipal.[4]

Passou a fazer parte do Consórcio Reserva do Vulcão (Área II) - juntamente com as empresas Vera Cruz, Expresso Nossa Senhora da Glória e Brazinha.[5]

Referências

  1. DIVAT - Cadastro de Empresa - Departamento de Transporte Rodoviario do Estado do Rio de Janeiro - DETRO/RJ (Pagina visitada em 03/10/2011)
  2. REVISTA ÔNIBUS. Série Histórica - Nilopolitana. Rio de Janeiro:Fetranspor, Ano VI, N° 31, pag 20-22, Abril/Maio 2005 (Pagina visita em 03/10/2011)
  3. Nilopolitana Cavalcanti e Cia. Pagina da Fetranspor. (Pagina visitada em 03/10/2011)
  4. O Dia (5 de março de 2016). «Nova Iguaçu tem mudanças na frota de ônibus». Consultado em 13 de julho de 2016. Cópia arquivada em 13 de julho de 2016 
  5. Notícias e Nova Iguaçu (9 de março de 2016). «Nova Iguaçu lança oficialmente o novo contrato de concessão do transporte coletivo por ônibus do Município em evento no SESI». Consultado em 13 de julho de 2016. Cópia arquivada em 13 de julho de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]