Norbert Lechner

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde Dezembro de 2008). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Nobert Lechner (Karlsruhe, 1939Santiago do Chile, 17 de fevereiro de 2004) foi um professor e cientista político chileno nascido na Alemanha.

Após seu doutorado em Ciência Política na Universidade de Freiburg radicou-se no Chile em 1971. Foi professor da Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais nas sedes acadêmicas do Chile e do México, além de dirigir o Programa das Nações Unidades para o Desenvolvimento no Chile entre 1998 e 2004.

Em agosto de 2003 Norbert Lechner recebeu a nacionalidade chilena.[1] Nesse mesmo ano recebeu o Premio Municipal de Santiago na categoria ensaio, graças a sua obra «Las sombras del mañana».[2]

Faleceu em 2004 deixando grande legado à teoria política e social da América Latina.

Em suas obras destacam-se temas como democracia, política e subjetividade, cultura política e economia.

Obras[editar | editar código-fonte]

  • Los patios interiores de la Democracia, 1988.
  • La conflictiva y nunca acabada construcción del orden deseado, 1984.
  • Qué significa hacer política?, 1982.
  • Estado y política en América Latina, 1981.
  • Qué es el realismo en política?, 1987.
  • Capitalismo, democracia y reformas, 1991.
  • Sombras del mañana -La dimensión subjetiva de la política, 2002.

Referências

  1. Eolo Díaz-Tendero. «El legado de Norbert Lechner a las Ciencias Sociales en Chile» (www.agendapublica.uchile.cl) (em espanhol). Instituto de Asuntos Públicos de la Universidad de Chile. Consultado em 3 de março de 2010 
  2. «Escritores chilenos premiados» (www.camaradellibro.cl) (em espanhol). Cámara Chilena del Libro. Consultado em 3 de março de 2010 [ligação inativa]