Noto (vento)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde Dezembro de 2010). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Na mitologia grega, Noto (grego antigo: Νότος; em latim: Notus) é responsável pelo vento sul e segundo Hesíodo, Eos, deusa do amanhecer também chamada de Erigenia, e Astreu tiveram três filhos, os anemoi (divindades responsáveis pelo vento) Zéfiro, Bóreas e Euro, além de várias estrelas, destancando-se Eósforos, a estrela da manhã[1]. Higino lista os filhos de Astreu e Aurora como Zéfiro, Bóreas, Noto e Euro[2]. Na mitologia Romana, está associado a Austro

Ao contrário dos seus irmãos Zéfiro e Bóreas, a mitologia não registra nenhum filho de Nótus[3].

É responsável por trazer o calor e, por conseqüência, associado ao verão.

Referências

  1. Hesíodo, Teogonia, 378-382
  2. Higino, Fabulae, Prefácio
  3. Notos, no site www.theoi.com
Ícone de esboço Este artigo sobre mitologia grega é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.