Padres de la Constitución

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Os Padres de la Constitución (em português: Pais da Constituição) é o nome pelo qual são conhecidos, entre a sociedade espanhola, os sete principais encarregados de escrever a Constituição espanhola de 1978, atualmente em vigor na Espanha. Três deles pertenciam à UCD (Gabriel Cisneros, Miguel Herrero y Rodríguez de Miñón e José Pedro Pérez Llorca). A Aliança Popular participou representada por Manuel Fraga Iribarne, enquanto o PSOE enviou Gregorio Peces-Barba, e do Partido Comunista de Espanha, Jordi Solé Tura. Finalmente, Miguel Roca Junyent, pertencente a Convergència i Unió, representando os nacionalistas catalães.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre política ou um cientista político é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.