Petrushka

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Petrushka (Francês: Pétrouchka; Russo: Петрушка) é um balé burlesco em quatro atos, cuja música foi composta pelo russo Igor Stravinsky e coreografado por Michel Fokine. Foi composto entre 1910 e 11 e revisado em 1947. Aleksandr Benois cuidou dos cenários e figurinos. Petrouchka foi montado pela primeira vez pela companhia russa de balé montada por Serguei Diaguilev em Paris, em 13 de junho de 1911. Vaslav Nijinski encarnou a Petrouchka, com Tamara Karsavina como A Bailarina. Alexandre Orlov fazia o Mouro e Enrico Cecchetti O Charlatão.

A história é sobre um fantoche tradicional russo, Petrushka, que é feito da palha e com um saco de serragem como corpo que acaba por tomar vida e ter a capacidade amar, uma história que se assemelha superficialmente àquela de Pinocchio.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Petrouchka conta a história de amor de inveja de três bonecos. Os três ganham vida graças ao Charlatão. Petrouchka ama a Bailarina, mas ela o rejeita. A Bailarina prefere o Mouro. Petrouchka fica furioso e magoado e desafia o Mouro. No duelo, o Mouro acaba matando Petrouchka, cujo fantasma se levanta sobre o teatro de bonecos quando a noite cai. Ele desafia o Charlatão, que acaba o matando pela segunda vez.

Petrouchka traz música, dança e design unidos como um todo. É um dos balés mais populares da Rússia e geralmente é encenado com a coreografia e designs originais.[carece de fontes?] Grace Robert escreveu em 1949: "Ainda que mais de trinta anos tenham se passado desde sua estreia, sua posição como um dos grandes balés de todos os tempos permanece intocada. Sua perfeita fusão de música, coreografia, decoração e seu tema - a sempre atual tragédia do espírito humano— se unem para fazer o apelo se tornar universal."[onde?]


Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.