Burlesco

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Cartaz de 1898 de um espetáculo burlesco americano.

Burlesco é um trabalho literário, dramático ou musical com o intuito de causar riso ao caricaturar a maneira ou o espírito de trabalhos sérios ou por tratamento grotesco de seus assuntos.[1] A palavra é de origem italiana, que por sua vez deriva da palavra burla, que significa "piada", "ridículo" ou "zombaria".[2]

O burlesco reúne vários elementos, como caricatura, paródia, sátira e travessura, e, em sentido teatral, estilo extravaganza, como apresentado na Era Vitoriana.[3] O termo "burlesco" também é utilizado em peças teatrais e de literatura, como nas obras The Rape of the Lock, por Alexander Pope, e Hudibras, por Samuel Butler. Como exemplo de obras musicais de inspiração burlesca está uma orquestra por Richard Strauss de 1890 chamada Burleske. Exemplos de burlesco teatral incluem Robert the Devil, por W. S. Gilbert, e Ruy Blas and the Blasé Roué, por A. C. Torr e Herbert F. Clark (com música de Meyer Lutz).[4]

Um uso tardio do termo, principalmente nos Estados Unidos, se refere a arte burlesca como um formato de show de variedades. Foi popularizado entre as décadas de 1860 e 1940, normalmente em clubes e cabarés, e também em teatros, mostrando, principalmente, comédia erótica e striptease. Alguns filmes de Hollywood tentaram recriar o espirito destas performances, principalmente entre as décadas de 1930 e 1960, ou incluindo cenas estilo burlesco em filmes dramáticos, como no longa Cabaret de 1972 e All That Jazz de 1979, entre outros. Houve um crescente novo interesse neste formato de entretenimento a partir da década de 1990.[5][6][7]

Referências

  1. "Burlesque", Oxford English Dictionary, Oxford University Press, acessado em 11 de dezembro de 2017
  2. "Burlesque News – The Growth of Burlesque", New York Clipper, Vol. 62, No. 31, 12 de setembro de 1914, p. 18 (28 de fevereiro de 2017, via MyHeritage)
  3. Fowler, H. W., rev. Sir Ernest Gowers (1965). Modern English Usage. Oxford: Oxford University Press, pp. 68 e 96
  4. «American Entertainments at the Turn of the Twentieth Century and the Bonnie and Semoura Clark Black Vaudeville Collection». Yale University Library. Consultado em 11 de dezembro de 2017 
  5. Sankar-Gorton, Eliza. «Burlesque Is Back and Here Is What You Need to Know About It». www.huffingtonpost.com. The Huffington Post. Consultado em 7 de maio de 2015 
  6. Petkovic, John (28 de novembro de 2010). «Burlesque: Then and now, a timeline of performers from Lili St. Cyr to Dita VonTeese». www.cleveland.com. The Plain Dealer. Consultado em 11 de dezembro de 2017 
  7. Caldwell, Mark. "The Almost Naked City", The New York Times, 18 de maio de 2008, acessado em 19 de setembro de 2009

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre teatro (genérico) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.