Piercing no mamilo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Mulher com piercing nos mamilos.
Piercing vertical no mamilo de um homem.

O piercing no mamilo é um tipo piercing corporal colocado geralmente na ponta do mamilo, na maioria das vezes são colocados nos dois lados, sendo mais comum o furo horizontal, sendo possível também a existência de múltiplos piercings no mesmo mamilo, o tempo médio de recuperação chega a ser de um ano a um ano e meio.

História[editar | editar código-fonte]

Existem registros de usos pelo povo Karankawa na América do Norte e pelos Cabilas na Argélia, na Europa existem registros de uso no século XIV, e também durante um curto período na Era Vitoriana.[1]

Durante a década de 1970 a prática foi revivida pelo estadunidense Jim Ward sendo popularizada pelo uso de algumas celebridades na década de 1990 como Tommy Lee, Corey Taylor e Lenny Kravitz.

Sexualidade[editar | editar código-fonte]

Muitos usuários relatam que a sensibilidade na estimulação dos mamilos é aumentada com o uso de piercing.

Potenciais complicações[editar | editar código-fonte]

Procedimento de colcoação de piercing no mamilo.

O mamilo é suficientemente carnoso para perfurar e segurar o piercing, contudo, se a jóia for muito fina existe um risco maior de rejeição, além de instrumentos não esterelizados, alergias, hemorragias e falta de cuidados de higiene. Em 2009 uma morte foi relacionada ao perfuramento do mamilo[2].

Amamentação[editar | editar código-fonte]

Não existem evidências de que o uso de piercing afeta a amamentação, contudo, não é recomendado que a mulher amamente durante o período de recuperação. Durante o período de amamentação deve-se retirar o piercing, podem aparecer complicações como vazamento de leite, para o bebê também pode ocorrer o risco de engasgos.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências