Planalto iraniano

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde dezembro de 2015). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

O Planalto iraniano é uma grande formação geológica no Oriente Médio e na Placa Euroasiática meridional. Cobre a maior parte do Irão (aproximadamente 2/3 do país, da Cordilheira de Zagros para o leste), o Afeganistão (principalmente as porções meridional e oriental do país), o oeste do Paquistão (o Baluchistão e a Província da Fronteira Noroeste) e a parte sul do Turquemenistão, bem como uma pequena área do sul do Azerbaijão. Estende-se desde a Cordilheira Elburz (ou Alborz) na direção sul, até o mar. Seus extremos são marcados pela Cordilheira de Zagros, a oeste, e pelo Indocuche, a leste.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Em geologia, o planalto iraniano refere-se a uma área geográfica ao norte das montanhas resultantes da colisão da placa árabe com a placa euro-asiática. Nesta definição, o planalto iraniano não cobre o sudoeste do Irã. Estende-se da província do Azerbaijão Oriental no noroeste do Irão até ao Paquistão, a oeste do rio Indo. Inclui também partes menores da República do Azerbaijão e do Turquemenistão.

As suas cadeias de montanhas podem ser divididas em cinco sub-regiões principais[1] (ver abaixo).

O planalto iraniano do noroeste, onde os montes Pônticos e montes Tauro convergem, é um terreno acidentado com elevações mais altas, um clima mais severo e uma maior precipitação do que no Planalto da Anatólia. A região é conhecida como Antitauro, e a elevação média dos seus picos ultrapassa os 3000 m. O Monte Ararat, em 5.137 metros, o ponto mais alto da Turquia, está localizado no Anti-Taurus. O lago Van está situado nas montanhas a uma altitude de 1546 metros (5.072 pés).

As nascentes dos rios principais surgem no Antitauro: o rio Aras, que flui para leste, e que termina no Mar Cáspio; o Eufrates e o Tigre, que fluem no sul, e que se juntam ao Iraque antes da foz no Golfo Pérsico. Vários pequenos riachos que drenam para o Mar Negro ou no lago Van também se originam nessas montanhas. O rio Indo começa nas terras altas do Tibete e atravessa a extensão do Paquistão quase rastreando a borda oriental do planalto iraniano. O rio Indo forma o limite oriental do planalto iraniano.

A Anatólia do Sudeste fica a sul das Antitauro. É uma região de colinas e uma ampla planície que se estende para a Síria. As elevações diminuem gradualmente, de cerca de 800 metros (2.600 pés) no norte a cerca de 500 metros (1.600 pés) no sul. Tradicionalmente, trigo e cevada são as principais culturas da região.

Cordilheiras principais[editar | editar código-fonte]

Rios e planícies principais[editar | editar código-fonte]


Referências

  1. «Iranian Plateau» (em inglês). Peakbagger.com 
Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia do Irão é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.