Pleópode

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Pleópodes (em laranja) em um Decapoda

Em zoologia, chamam-se pleópodes (ou "patas-nadadoras", nos camarões) aos apêndices abdominais pares dos crustáceos (com excepção dos urópodes). Nos decápodes, como os camarões e as lagostas, são em número de cinco pares[1]. Para além da locomoção, estes apêndices, muitas vezes, têm brânquias.

Nos caranguejos, cujo abdómen se encontra dobrado por baixo do cefalotórax, os pleópodes estão modificados para segurarem os ovos.

Etimologia[editar | editar código-fonte]

"Pleópodes" vem da junção dos termos gregos pléos, a, on ("cheio, abundante")[2] e poús, odós ("pé")[3], significando, portanto, "pés abundantes".

Referências

  1. “Artrópode - Crustáceo” no site EstevesNeto2001 em br.geocities.com acessado a 6 de agosto de 2009
  2. FERREIRA, A. B. H. Novo dicionário da língua portuguesa. Segunda edição. Rio de Janeiro. Nova Fronteira. 1986. p. 1 347.
  3. FERREIRA, A. B. H. Novo dicionário da língua portuguesa. Segunda edição. Rio de Janeiro. Nova Fronteira. 1986. p. 1 351.
Ícone de esboço Este artigo sobre animais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.