Pluma (Nárnia)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Pluma (anteriormente conhecido como Morango), é um animal-falante criado por C.S.Lewis que atua como personagem no livro O Sobrinho do Mago da série As Crônicas de Nárnia.

Sua primeira aparição, é quando Feiticeira Branca o seqüestra de seu legítimo dono, o Cocheiro (mais tarde conhecido como Rei Franco). Acidentalmente, Morango, Digory Kirke, Polly Plummer, Tio André, Jadis, a Feiticeira Branca e o Cocheiro acabam por ir à Nárnia, quando Aslam criava-a.

Lá, o Cocheiro torna-se Rei com sua esposa Helena, que fora invocada por Aslam do nosso mundo. Tornam-se os inesquecíveis Rei Franco e Rainha Helena.

Morango, agora conhecido como Pluma, Digory e Polly vão até à "Árvore da Vida" que segundo Aslam, seus frutos tinham o poder de dar vida eterna. Antes de partirem, Pluma ganha asas e torna-se o Cavalo Alado Real.

Chegando lá, Digory se depara com Jadis, que segundo o livro, consumiu uma maçã da Árvore da Vida e por esse motivo, viveu em Nárnia durante 1.000 anos. Digory colhe uma maçã e lava-a à Aslam. Essa maçã seria plantada, cresceria uma árvore, e dessa árvore seria colhido uma maçã, a que salvaria a mãe de Digory, Mabel de uma doença. Pluma é conhecido como O Pai de todos os Cavalos Alados de Nárnia. Pluma ganha asas de presente de Aslam,ele se torna um cavalo alado,onde ajuda Digory Kirke e Polly Plummer em sua jornada.