Praia do Anil

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Praia do Anil
Localização Bandeira-angradosreis2.PNG Angra dos Reis,  Rio de Janeiro,  Brasil
Tipo de praia Oceânica
Banhada por Baía da Ilha Grande
Água e ondas Mar calmo e tranqüílo
Faixa de areia Faixa larga de areia branca
Ilhas próximas Ilha dos Coqueiros
Acesso Por terra ou mar

A Praia do Anil é uma praia do município de Angra dos Reis. Fica localizada em área urbana, em frente a linha férrea da cidade, onde se encontram moradias modestas, construídas nas encostas.

A praia é um local bastante urbano, cenário dos principais eventos culturais e de entretenimento da cidade. Na sua orla coqueiros enfeitam o local. Haviam também quiosques, recentemente removidos pela prefeitura da cidade.[1]

A mais de 20 anos a Praia do Anil encontra-se interditada para o banho por causa da poluição.[2]

O local costuma sediar eventos esportivos e de entretenimento como a Festa do Dia do Trabalhador,[3] Ano Novo,[4] Procissão Marítima,[4] Carnaval, Costa Verde Negócios,[5] etc.

Descrição[editar | editar código-fonte]

Em frente e próxima à praia, pode-se alcançar a pé, na maré baixa, a Ilha dos Coqueiros. Na sua ponta direita, presença de atracadouro e rampas para barcos e um helicóptero. A larga faixa de areia é limitada por uma ampla calçada, em nível mais alto, e uma ciclovia, seguida de uma avenida com mão dupla, a Avenida Ayrton Senna, e da linha da estrada de ferro em toda a sua extensão. Na faixa de areia, presença de redes de vôlei e traves de futebol.[1]

Despoluição[editar | editar código-fonte]

Duas obras foram executadas paralelamente para devolver a balneabilidade à Praia do Anil. Uma obra de saneamento e uma de dragagem.[6] O primeiro passo foi dado em 1 de agosto de 2007 através intervenção do Sistema Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) com a implantação de sistemas de esgotamento sanitário de bacias que contribuem para a Praia do Anil, separando o esgoto das águas pluviais. Também houve a implantação de aproximadamente dois mil metros de rede coletora do tipo separador absoluto e duas Estações Elevatórias.[7]

As obras na praia foram iniciadas à 2 de outubro de 2008.[7] mais tarde foram embargadas pelo Ibama.[8] Segundo o chefe do escritório do instituto no município, a licença concedida pela FEEMA para despoluição da praia não fazia menção a serviços sobre a areia, e a existência de uma espécie de "cava" numa das pontas da praia não estaria de acordo com a autorização da obra. De acordo com o Ibama, a prefeitura municipal foi multada em R$ 600 mil, e a ACLIVE, empresa responsável pela obra, em R$ 100 mil.[8]

Através de várias reuniões, a prefeitura, o Ibama e o Inea entraram em um acordo, ficou decidido que o município indicaria uma empresa especializada em dragagem e despoluição para criar um novo projeto, que seria financiado pelo estaleiro BrasFels.[9]

Em agosto de 2009 o Ministério das Cidades liberou os recursos para levar saneamento básico ao centro da cidade. Entretanto, a despoluição da praia começou a ser feita com da prefeitura do município, antes mesmo da liberação da verba federal de R$ 20 milhões.[2]

Referências

  1. a b «Praias / Praia do Anil» (asp). Prefeitura Municipal de Angra dos Reis.  Parâmetro desconhecido |acessoano= ignorado (|acessodata=) (Ajuda); Parâmetro desconhecido |acessomesdia= ignorado (|acessodata=) (Ajuda)
  2. a b Paulo Roberto Araújo (15 de Agosto de 2009). «Praia de Angra pode voltar a ter águas cristalinas» (asp). O Globo.  Parâmetro desconhecido |acessoano= ignorado (|acessodata=) (Ajuda); Parâmetro desconhecido |acessomesdia= ignorado (|acessodata=) (Ajuda)
  3. «Cerca de 30 mil pessoas participaram da Festa do Dia do Trabalhador em Angra». Diário do Vale. 2 de maio de 2011.  Parâmetro desconhecido |acessoano= ignorado (|acessodata=) (Ajuda); Parâmetro desconhecido |acessomesdia= ignorado (|acessodata=) (Ajuda)
  4. a b «Réveillon e Procissão Marítima com Angra lotada» (asp). Prefeitura Municipal de Angra dos Reis. 28 de dezembro de 2010.  Parâmetro desconhecido |acessoano= ignorado (|acessodata=) (Ajuda); Parâmetro desconhecido |acessomesdia= ignorado (|acessodata=) (Ajuda)
  5. «Angra vai sediar 7ª edição da Costa Verde Negócios» (HTML). Diário do Vale. 23 de maio de 2011.  Parâmetro desconhecido |acessoano= ignorado (|acessodata=) (Ajuda); Parâmetro desconhecido |acessomesdia= ignorado (|acessodata=) (Ajuda)
  6. Subsecretaria de comunicação (24 de setembro de 2008). «Despoluição da Praia do Anil» (asp). Prefeitura Municipal de Angra dos Reis.  Parâmetro desconhecido |acessoano= ignorado (|acessodata=) (Ajuda); Parâmetro desconhecido |acessomesdia= ignorado (|acessodata=) (Ajuda)
  7. a b Subsecretaria de comunicação (13 de Outubro de 2088). «Dragagem na Praia do Anil» (asp). Prefeitura de Angra dos Reis.  Parâmetro desconhecido |acessoano= ignorado (|acessodata=) (Ajuda); Parâmetro desconhecido |acessomesdia= ignorado (|acessodata=) (Ajuda)
  8. a b Murilo Marinho (28 de Novembro de 2011). «Ibama embarga obras da Prefeitura» (asp). Jornal Atual.  Parâmetro desconhecido |acessoano= ignorado (|acessodata=) (Ajuda); Parâmetro desconhecido |acessomesdia= ignorado (|acessodata=) (Ajuda)
  9. «Obras de despoluição da Praia do Anil, em Angra, podem ser retomadas». Srzd. 30 de Novembro de 2009.  Parâmetro desconhecido |acessoano= ignorado (|acessodata=) (Ajuda); Parâmetro desconhecido |acessomesdia= ignorado (|acessodata=) (Ajuda)