Proteção anticópia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde dezembro de 2010). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes está sujeito a remoção.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Proteção anticópia é um método utilizado para dificultar (possivelmente impedir) a cópia de dados. Podemos proteger arquivos e conteúdos de páginas da internet utilizando essas proteções. Porém, o uso dessas proteções limitará o uso do conteúdo da página da internet ou arquivo protegido. Quando um disquete, HD, ou CD é fabricado, é adicionado a ele um identificador inalterável, o serial. Ele é um número que identifica um disquete de outro, por exemplo.

Proteção anticópia no Brasil[editar | editar código-fonte]

Em 2002 a EMI no Brasil foi uma das primeiras gravadoras a incluir proteção anticópia nos seus discos musicais, talvez tenha a ter sido a primeira gravadora no Brasil a incluir esta proteção, porém a tecnologia não era perfeita dando assim possibilidade de se copiar o disco, dentre os primeiros discos lançados pela gravadora com proteção anticópia estavam o Exaltasamba Ao Vivo (do Exaltasamba), Longo Caminho (do Os Paralamas do Sucesso) e Qu4tro (do Natiruts).[1]

Referências

  1. CD anti-cópia chega ao Brasil em revista Época - acessado em 27 de agosto de 2018

Ver Também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre computação é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.