Rede Anísio Teixeira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde abril de 2018). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Rede Anísio Teixeira é o Programa de Difusão de Mídias e Tecnologias Educacionais Livres da Rede Pública Estadual de Ensino da Bahia, instituído pela Portaria nº 9.004/08, da Secretaria da Educação do Estado da Bahia. A Rede está vinculada ao Instituto Anísio Teixeira (IAT), órgão da SEC, sediado em Salvador.

Equipe pedagógica e técnica[editar | editar código-fonte]

A Rede Anísio Teixeira conta com uma equipe multidisciplinar de professores que trabalham em parceria com técnicos do audiovisual e da informática para as ações de formação, produção, catalogação e compartilhamento de mídias e tecnologias educacionais livres, de modo crítico, ético e contextualizado, com estudantes e professores das escolas públicas estaduais.

Todas as produções da Rede Anísio Teixeira convergem para a Plataforma Anísio Teixeira, um repositório com mais de 7.000 conteúdos, disponibilizados sob licenças Creative Commons, para livre acesso e download.

Projetos[editar | editar código-fonte]

Integram o programa Rede Anísio Teixeira os seguintes projetos:

  • Plataforma Anísio Teixeira (antigo Ambiente Educacional Web - AEW)
  • TV Anísio Teixeira
  • Blog da Rede (antigo Blog do Professor Web - PW)

Premiações[editar | editar código-fonte]

A Rede Anísio Teixeira foi finalista em 3 categorias no Prêmio ARede Educa 2016, conforme abaixo:

  • Prêmio Especial Recursos Educacionais Abertos: Programa Rede Anísio Teixeira
  • Plataformas Educacionais: Ambiente Educacional Web (atual Plataforma Anísio Teixeira)
  • Mídias Sociais: Blog do Professor Web e da Professora On Line (atual Blog da Rede)

A Rede AT ficou em segundo lugar, na modalidade Setor Público, com o Ambiente Educacional Web (atual Plataforma Anísio Teixeira) e o Blog do Professor Web e da Professora Online (atual Blog da Rede), entre os mais de 220 projetos classificados.[1][2][3]

Referências

  1. Aurea Lopes, Parabéns vencedores do Prêmio ARede Educa 2016!, ARede Educa, 24 de novembro de 2016.
  2. INSTITUTO Anísio Teixeira é finalista do Prêmio ‘A Rede Educa 2016’, Jornal Grande Bahia, Feira de Santana, 14 de agosto de 2016.
  3. Claudia Lessa e Aloísio Pontes, Mais de 6,5 mil conteúdos digitais educacionais são apresentados na Plataforma Anísio Teixeira, Jornal A Tarde, Salvador, Caderno Raio X da Educação, 2016.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • BAHIA. Cartilha de Mídias e Tecnologias Educacionais. Secretaria da Educação. Instituto Anísio Teixeira. Rede Anísio Teixeira. Salvador, 2013.
  • BAHIA. Portaria nº 9.004 da Secretaria da Educação do Estado da Bahia, de 20 de agosto de 2008. Sem título. Diário Oficial do Estado da Bahia, Bahia, p.22/23.
  • CCA USP. Rede Anísio Teixeira: 5 anos com mídias na educação, na Bahia. Departamento de Comunicação e Artes. Universidade São Paulo. São Paulo: 2013. Disponível em: <http://www.cca.eca.usp.br/content/rede-anisio-teixeira-5-anos-midias-educacao-bahia>. Acesso em: 20 abr. 2018.
  • LESSA, Claudia; PONTES, Aloísio. Mais de 6,5 mil conteúdos digitais educacionais são apresentados na Plataforma Anísio Teixeira. Jornal A TARDE, Salvador, 2017. Foco/Raio X da Educação. Disponível em <http://foco.atarde.uol.com.br/raioxdaeducacao/raiox6/http://foco.atarde.uol.com.br/raioxdaeducacao/raiox6/>. Acesso em: 14 abr. 2018.
  • MORAES, J.M.Tecnologias Educacionais na Aplicação da Lei 10.639/2003 em Salvador – Uma análise do Programa Almanaque Viramundo da TV Anísio Teixeira – Secretaria da Educação. Dissertação (Mestrado de Políticas Públicas e Cidadania, da Universidade Católica de Salvador. Salvador, 2014.
  • WANDERLEY, Yuri. Mídias e Tecnologias Educacionais Livres da Rede Pública Estadual de Ensino da Bahia: Rede Anísio Teixeira. Anais [do] IIIº Colóquio Internacional de Educação, currículo e processos tecnológicos. Salvador: UNEB; 2014.
  • WANDERLEY, Y. B. Apropriações tecnológicas no ensino e aprendizagem: as experiências dos educadores da Rede Anísio Teixeira / Yuri Bastos Wanderley. Dissertação (mestrado) - Universidade Federal da Bahia. Faculdade de Educação, Salvador, 2017.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]