Transformações de Paris no Segundo Império

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Representação de Paris no seculo XIX, pintado por Camille Pissarro (1898).

As Transformações de Paris no Segundo Império, também conhecidas como a Reforma Urbana de Paris ou a Renovação de Haussmann, foi um vasto programa de obras públicas de modernização da capital francesa promovida por Georges-Eugène Haussmann entre 1852 e 1870. Haussmann, o então prefeito do departamento do Sena, concentrou os esforços da renovação urbana no sentido de promover melhorias nas manobras militares, assim como na circulação e na higienização da capital da França. Para tal fim, demoliu inúmeras vias pequenas e estreitas residuais do período medieval, e criou imensos boulevards organizadores do espaço urbano, assim como jardins e parques.[1][2]

Referências

  1. SCHILLING, VOLTAIRE. «A Paris de Haussmann, o artista da destruição». Terra. Consultado em 28 de julho de 2018. 
  2. Glancey, Jonathan (26 de fevereiro de 2016). «O homem que construiu a Paris que conhecemos hoje». BBC. Consultado em 28 de julho de 2018. 
Ícone de esboço Este artigo sobre urbanismo, planejamento e estudos urbanos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.