Regimento de Sapadores Bombeiros de Lisboa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Regimento de Sapadores Bombeiros de Lisboa
Lisbon44.jpg
Viatura de desencarceramento do RSB
País Portugal Portugal
Corporação Câmara Municipal de Lisboa
Subordinação Presidente da Câmara Municipal de Lisboa
Missão Proteção civil
Sigla RSB
Criação Origem 1395 (622anos) (em 1852 passa a Corpo de Bombeiros Municipais de Lisboa)
Comando
Comandante Tenente-coronel de engenharia do exército Português Tiago Lopes
Sede
Concelho Lisboa
Endereço Avenida D. Carlos I, Santos-o-Velho

O Regimento de Sapadores Bombeiros de Lisboa (RSB) MHM é o corpo municipal de bombeiros profissionais de Lisboa. Constitui um serviço da Câmara Municipal de Lisboa responsável pela segurança de pessoas e bens na cidade através de ações de socorro e prevenção e apoio às ações de proteção civil.Destaca-se nesta instituição o rigor e a disponibilidade física devido à exigência e complexidade da profissão contando no seu efectivo com homens e mulheres com preparação física acima da média que se destacam a nível europeu e mundial onde já se sagraram campeões do mundo de desencarceramento e de atletismo, entre outras áreas de proteção e socorro de desempenho e destreza física elevada.

Historial[editar | editar código-fonte]

O Regimento de Sapadores Bombeiros de Lisboa tem origem remota no mais antigo corpo de bombeiros de Portugal organizado a 25 de Agosto de 1395, por decreto de D. João I a pedido da Câmara Municipal de Lisboa.

Ao longo dos séculos os bombeiros municipais de Lisboa foram sofrendo várias reformas e reorganizações até 1852. Nesse ano foi promulgado um regulamento mais abrangente e minucioso sobre a prevenção e o combate a incêndios na cidade de Lisboa. No âmbito desse regulamento o serviço de incêndios municipal passa a designar-se oficialmente Corpo de Bombeiros Municipais.

Em 1901 dá-se a militarização do Corpo de Bombeiros, que passa da tutela do Município para a do Estado.

Em 1925, o Corpo, já novamente sob tutela do município, passa a denominar-se Corpo Municipal de Salvação Pública.

Em 1930 passa a denominar-se Batalhão de Sapadores Bombeiros e em 1988 sobe de escalão para Regimento de Sapadores Bombeiros.

A 25 de Janeiro de 1988 foi feito Membro-Honorário da Ordem do Mérito.[1]

Organização[editar | editar código-fonte]

Com mais de 700 efectivos, o RSB é o único corpo de bombeiros sapadores de Portugal de escalão regimento. O RSB é equiparado a uma Direção Municipal e depende diretamente do presidente da Câmara Municipal de Lisboa. Organiza-se do seguinte modo:

  • Comando;
  • Órgãos de Apoio ao Comando;
  • Órgãos de Apoio Geral;
  • Órgãos de Execução.

Os Órgãos de Execução incluem:

  • 1 Companhia de Comando e Serviços;
  • 6 Companhias de Sapadores Bombeiros;
  • 1 Companhia de Intervenção Especial, situada no quartel da encarnação;
  • Destacamento do Aeroporto de Lisboa (extinta em Dezembro de 2014);
  • Escola de Sapadores Bombeiros.

Referências

  1. «Cidadãos Nacionais Agraciados com Ordens Portuguesas». Resultado da busca de "Regimento de Sapadores Bombeiros de Lisboa". Presidência da República Portuguesa. Consultado em 18 de outubro de 2015 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]