Renascimento em França

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O Renascimento em França começou depois de a França ter recuperado da Guerra dos Cem anos com a Inglaterra, a guerra acabou em 1453. O jovem rei Francisco I (reinado de 1515-1547) tinha uma paixão pelo Renascimento italiano, pois era colecionador de escultura, pintura, manuscritos e livros, o rei Francisco trouxe vários artistas de Itália para França, como Leonardo da Vinci. O rei possuía também quadros de Miguel Ângelo e Rafael no seu castelo. Os mais inovadores feitos pelos franceses foram na área da literatura, com obras de poesia e filosofia, como de autores como Rabelais (cerca de 1483-1553) e Montaigne (1533-1592). Alguns dessas obras eram inspiradas em outras clássicas. No tempo de Francisco I foi construído no vale do Loire o castelo de Chambord.[1]

Referências

  1. Mason, Antony, revisão por Claire Moore, Everyday Life in the Renaissance (título original), 2005, Mcrae Books Srl (editora original), ISBN 972-21-1818-8, pág 28-29
Ícone de esboço Este artigo sobre arte ou história da arte é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.