Revista Nova (1901)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Revista nova
Periodicidade Mensal
Sede Lisboa  Portugal
Fundação 1901
Editor Ilídio Analide da Costa
Idioma Português europeu
Término de publicação 1902



Revista Nova publicou-se em Lisboa entre abril de 1901 e janeiro de 1902 , num total de 8 edições, com destaque para a figura de Ilídio Analide da Costa como editor permanente durante a sua publicação. Tratou-se de uma publicação de índole literária e artística, em cujas rubricas existem espaços dedicados a prosa e poesia, crítica de livros e teatros e, de forma especial “A Espanha Artística” onde se podem ler algumas reproduções no idioma original de escritores como Juan Ramón Jiménez, Rubén Darío e Miguel de Unamuno. Na extensa lista de colaboradores figuram os nomes de: Mayer Garção, João de Barros, Joaquim Nunes Claro, Tomás da Fonseca, Manuel Laranjeira, Álvaro de Castro, Dias de Oliveira, Costa Carneiro, Ernesto da Silva, Manuel Cardia, e Sílvio Rebelo, António Patrício, Fausto Guedes Teixeira, João Grave, João Lúcio, Pedroso Rodrigues, Augusto de Castro, João de Deus Ramos, Ladislau Patrício e Raúl Brandão [1].

Referências

  1. Pedro Mesquita (25 de Junho de 2013). «Ficha histórica: Revista nova(1901-1902)» (pdf). Hemeroteca Municipal de Lisboa. Consultado em 15 de setembro de 2015 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

  • Revista nova (1901-1902) cópia digital, Hemeroteca Digital

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre meios de comunicação ou jornalismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.