Rio Corgo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Corgo
Foz do Rio Corgo
Comprimento 44 km
Nascente Vila Pouca de Aguiar
Altitude da nascente 918 m
Foz Rio Douro (Peso da Régua)
Altitude da foz 46,5 m
Área da bacia 466 km²
Afluentes
principais
Cabril, Sordo, Tanha
País(es) Portugal Portugal

O rio Corgo é um dos afluentes do rio Douro. Nasce no concelho de Vila Pouca de Aguiar e desagua junto à cidade do Peso da Régua, na margem direita do rio Douro, passando antes por Vila Real e no concelho de Santa Marta de Penaguião.

A meio do seu trajecto passa pela cidade de Vila Real, onde recebe como afluente o rio Cabril (que tem nascente na Serra do Alvão), além de outros pequenos rios e ribeiros.

Logo abaixo de Vila Real e ao entrar no concelho de Santa Marta de Penaguião, o Corgo tem nas suas margens as vinhas da Região Demarcada do Douro, integrando a área classificada como Património da Humanidade pela UNESCO.

Ainda em Vila Real, o Rio tem três açudes: o primeiro para lazer, no complexo do Codessais, com piscinas e praia fluvial, bares e animação nas noites de Verão; o segundo, criando um espelho de água em frente ao Parque Florestal, inicialmente destinado à alimentação da levada (vulgo, "rio das lavadeiras") de um moinho entretanto desactivado; e o terceiro a jusante da cidade (no lugar da Ínsua, onde aflui o Rio Cabril), com o nome de Terragido, para aproveitamento hidroeléctrico (produção de energia eléctrica) e tratamento de águas e resíduos urbanos.

O rio Corgo teve durante o seu trajecto entre Vila Real e a Régua a companhia da Linha do Corgo, um caminho-de-ferro de via estreita com automotoras LRV 2000 que não ultrapassam os 30 km hora, e um comboio histórico nos meses de Verão para viagens turísticas, numa viagem de cerca de 50 minutos entre as duas cidades (Régua - Vila Real). Ao longo do trajecto pode admirar-se a magnífica vista do vale do rio, a beleza das vinhas da região demarcada do Douro, além de antigas casas senhoriais das quintas do Douro, tendo ao longe no horizonte a Serra do Marão.

Afluentes[editar | editar código-fonte]

  • Ribeirito (dir.)
  • Ribeira de Souto (dir.)
  • Ribeiro do Suídro (dir.)
  • Ribeira Chã de Vales (esq.)
  • Ribeira da Mãe de Água (dir.)
  • Ribeira do Mezio (dir.)
  • Regato do Reboredo (esq.)
  • Ribeira da Borralheira (dir.)
  • Rio de Soutelo (dir.)
  • Rio Felgueiras (esq.)
  • Ribeira das Pardas (esq.)
  • Rio Pequeno (esq.)
  • Ribeiro do Boque (esq.)
  • Ribeira de Codessais (esq.)
  • Ribeira de Tourinhas (esq.)
  • Rio Cabril (dir.)
  • Rio Sordo (dir.)
  • Ribeiro do Paul (esq.)
  • Rio Aguilhão (dir.)
  • Rio Tanha (esq.)

Barragens no Rio Corgo[editar | editar código-fonte]

  • Barragem do Terragido
Ícone de esboço Este artigo sobre Hidrografia de Portugal é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Commons
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Rio Corgo