Altitude

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Elevação.
A, B, C … picos (A é o cume-pai de B)
SB … colo para a determinação da proeminência topográfica de B
VBaltitude ortométrica de B
PBproeminência topográfica de B
IBisolamento topográfico de B
PB / VB … dominância de B (v %)
MPC … proeminência do pico C (a partir do nível do mar)
SPC … proeminência do pico C (a partir do fundo do mar)

Altitude é a distância vertical medida entre um ponto e um datum (uma superfície de referência) que geralmente é o nível médio do mar (MSL).[1][2][3][4][5][6]

A altitude e a temperatura do local em que ela é medida normalmente são grandezas inversamente proporcionais, pois quando a altitude aumenta em 150 m a temperatura ambiente diminui aproximadamente 1 grau Celsius. Por conta disto, via de regra a temperatura ambiente diminui aproximadamente 6,5 °C a cada 1 quilômetro que a altitude aumenta. A esse valor - que nada mais é que uma taxa de variação de 6,5 °C para cada mil metros de distância vertical percorrida - dá-se o nome gradiente térmico.[7]

Tipos específicos de altitude[editar | editar código-fonte]

  • Altitude ortométrica: é a distância vertical de um ponto, situado sobre a superfície terrestre, em relação a um geoide de referência.[8].
  • Altitude de pressão: muito utilizada em aeronáutica, trata-se de uma superfície atmosférica irregular, porém na qual a pressão atmosférica é constante. Se uma aeronave desloca-se, pelo ar, mantendo-se invariavelmente na mesma altitude de pressão, isso significa que a distância vertical dessa aeronave, em relação à superfície terrestre, poderá variar diversas vezes, mas a pressão atmosférica permanecerá exatamente a mesma em todos os pontos da atmosfera pelos quais essa aeronave passar. Em outras palavras: uma aeronave que voa na mesma altitude de pressão é uma aeronave que voa "perseguindo" um (e somente um) valor (constante) de pressão atmosférica. Esse controle de "altitude em função da pressão atmosférica" é feito pelo altímetro, seja de modo manual (pelo piloto em comando), seja de modo automático (pelo dispositivo altímetro embutido em um piloto automático de computador de bordo, de um FMS ou de algum outro aviônico). A altitude de pressão é expressa em unidade de pressão e seu valor é calculado na atmosfera padrão.[10]

Altitudes de algumas cidades[editar | editar código-fonte]

Question book.svg
Está seção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade. Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Mundo[editar | editar código-fonte]

Brasil[editar | editar código-fonte]

Cidade Altitude (m)
Belo Horizonte 858
Brasília 1100
Campinas 685
Campos do Jordão 1628
Curitiba 934
Foz do Iguaçu 180
Franca 1040
Içara 27
Recife 4
Rio de Janeiro 10
São Bento do Sul 838
São Joaquim 1420
São Paulo 792
Sorocaba 602
Vitória da Conquista 923

Portugal[editar | editar código-fonte]

Cidade Altitude (m)
Aveiro 26
Beja 260
Braga 170
Bragança 700
Castelo Branco 400
Coimbra 50
Évora 377
Faro 82
Funchal 45
Guarda 1056
Leiria 50
Lisboa 10
Ponta Delgada 33
Portalegre 450
Porto 85
Santarém 100
Setúbal 10
Viana do Castelo 15
Vila Real 425
Viseu 465


GPS com bússola e altímetro, indicador de altitude elipsoidal

Referências

  1. Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC). «Altitude». Anacpédia. Brasil. Consultado em 10 de agosto de 2016. 
  2. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). «Glossário Cartográfico». Brasil. Consultado em 10 de agosto de 2016. 
  3. Comando da Aeronáutica. REDEMET. «Glossário Meteorológico». Brasil. Consultado em 10 de agosto de 2016. 
  4. Comando da Aeronáutica (26 de agosto de 2014). «Regras do Ar». Instrução do Comando da Aeronáutica nº 100-12 (ICA 100-12/2013). Subitem 2.1.9. Brasil. Consultado em 10 de agosto de 2016. 
  5. Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC). «Glossário da Aviação Civil» (PDF). Página 47 do PDF. Brasil. p. 41. Consultado em 10 de agosto de 2016. 
  6. «Aeronautical Charts» (PDF). Annex 4 to the Convention on International Civil Aviation (em inglês). Canadá: Trafikstyrelsen Edvard Thomsens (Dinamarca). 2009. p. 1-2. Consultado em 10 de agosto de 2016. 
  7. Christopherson, 2012, p. 84.
  8. Definição de altitude ortométrica. Acesso em 17/05/2011.
  9. Tuler, 2014, p. 25.
  10. Comando da Aeronáutica (26 de agosto de 2014). «Regras do Ar» (PDF). Instrução do Comando da Aeronáutica nº 100-12 (ICA 100-12/2013). Subitem 2.1.10. Brasil. Consultado em 10 de agosto de 2016. 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • CHRISTOPHERSON, Robert W. Geossistemas: Uma Introdução à Geografia Física. 7 ed. Porto Alegre: Bookman, 2012.
  • TULER, Marcelo. Fundamentos de Topografia: Série Tekne. Porto Alegre: Bookman, 2014.
Ícone de esboço Este artigo sobre geografia (genérico) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.