Rodrigo da Silveira, 3.º Conde de Sarzedas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes fiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde dezembro de 2013). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Rodrigo da Silveira, 3.º Conde de Sarzedas
Nascimento 24 de agosto de 1663
Morte 29 de março de 1735 (71 anos)
Cidadania Portugal
Ocupação nobre

Rodrigo Lobo da Silveira Silva e Teles, 3º conde de Sarzedas (24 de agosto de 166329 de março de 1735) foi um nobre português, filho do 2º conde D. Luís Lobo da Silveira.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Segundo «Nobreza de Portugal», Tomo III, página 363, foi senhor hereditário de Sarzedas e de Sobreira Formosa, alcaide-mor da Guarda, de Seia e de Ferreira, comendador de diversas comendas[1] na Ordem de Cristo e da de Nossa Senhora da Seda na Ordem de Avis, tenente-general de Cavalaria, deputado da Junta dos Três Estados, foi um dos capitães da guarda do rei D. Pedro II de Portugal em sua campanha da Beira na Guerra da Sucessão da Espanha.

Na campanha de 1705 tomou parte como voluntário e se achou nas tomadas de Valença e de Albuquerque.

Casamentos e posteridade[editar | editar código-fonte]

Casou em 21 de dezembro de 1689 com D. Inácia de Noronha, dama da Rainha D. Maria Sofia, morta em 16 de outubro de 1700, filha do 4º conde de Arcos; casou em 17 de agosto de 1707 com D. Bernarda Josefa de Távora, dama da mesma Rainha, viúva do 3º conde de São Vicente, seu tio. Ela nascera em 30 de novembro de 1686 e morreu em 31 de maio de 1735. Era filha do 2º Marquês de Távora e não deixou geração.

Precedido por
Luís Lobo da Silveira
Conde de Sarzedas
1706 - 1735
Sucedido por
Teresa Inês Marcelina
Vitória da Silveira
[2]

Referências

  1. «Alvará de mercê das comendas de Santalha, Santa Maria de Sarzedas, Almalagues e Ferreira, São João de Brito e São Pedro de Fins, concedido a Rodrigo da Silveira e Silva Teles». Arquivo Nacional Torre do Tombo. Consultado em 16 de Dezembro de 2013 
  2. Gazeta de Lisboa occidental. [S.l.]: Na officina da Pascoal da Sylva. 1730. p. 216. Consultado em 16 de Dezembro de 2013