Rudaki

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Rudaki
Nascimento 859
Morte 941 (82 anos)
Cidadania Samânidas
Ocupação poeta, músico, escritor

Rudaki, apelido de Abū ʿAbdollāh Jaʿfar ibn Moḥammad, também conhecido como Abu Abdulloh Rudaki (nascido em cerca de 859, Rudak, na época territorio fazendo parte da província persa de Coração, hoje pertencente ao Tadjiquistão, morto por volta de 940/941, (Rudak?), é considerado o primeiro poeta importante a compor no "novo persa", o Dari, língua clássica persa, porém escrito em alfabeto árabe, considerada o fundador da poesia clássica persa.

Talentoso cantor e instrumentista, Rudaki serviu como poeta na corte do governante Samanid Nasr II (914-943) em Bukhara, até cair em desgraça em 937. Ele terminou a história de sua vida em absoluta pobreza. Aproximadamente 100.000 dísticos são atribuídos a Rudaki, embora menos de 1.000 atribuídos a ele, sem sombra de dúvida, tenham sobrevivido, espalhados entre muitas antologias e obras biográficas. Seus poemas são escritos em estilo simples, caracterizados pelo otimismo e encanto e, ao final da vida, por uma melancolia comovente[1][2].

Referências