Ruperto II, Eleitor Palatino do Reno

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ruperto II
(1325-1398)
Ruperto II do Palatinado com sua esposa:
Beatriz da Sicília.
Nascimento 12 de maio de 1325
Amberg, Baviera, Alemanha
Morte 6 de janeiro de 1398
Amberg, Baviera, Alemanha
Ocupação Eleitor do Palatinado do Reno de 1390 a 1398

Ruperto II, Eleitor Palatino do Reno (Sinonímia: Ruprecht II., der Harte (der Ernste), Robert II du Palatinat, Roberto II del Eleitorado do Palatinado, Ruprecht II van de Palts, Ruprecht II Wittelsbach), cognominado O Durão ou O Sério, (* Amberg, 12 de Maio de 1325 - † Amberga, 6 de Janeiro de 1398), foi Conde Palatino e Príncipe Bispo do Palatinado da Casa de Wittelsbach de 1390 a 1398.

Era filho mais velho de Adolfo, Conde Palatino do Reno[1] e da condessa Irmengarda de Oettingen (1304-1389)[2]. Em 13 de Fevereiro o Palatinado foi dividido entre Ruperto II e seu tio Rodolfo II, Duque da Baviera (1306-1353)[3]. Depois da morte do seu tio, o Eleitor Ruperto I, sucessor de Rodolfo II, em 16 de Fevereiro de 1390, ele foi proclamado Eleitor Palatino com o consentimento de Venceslau, Rei dos Romanos (1361-1419). Em 1391, ele baniu os Judeus e prostitutas do Palatinado, confiscou suas propriedades, e as doou para a Universidade Carlos Ruperto. Em 1395, ele promulgou a então chamada Constituição Rupertina[4] a qual tinha por finalidade proporcionar a unidade do Palatinado. Entre outras provisões, ele incorporou ao rei domínio a então Cidade Imperial Livre de Neckargemünd.

Foi sepultado em um claustro Cisterciense em Heidelberga.

Família[editar | editar código-fonte]

Ruperto II se casou em 1345 com Beatriz da Sicília, filha do rei Pedro II da Sicília.

Eles tiveram os seguintes filhos:

  • Ana do Palatinado (1346 – 30 de novembro de 1415), foi esposa do conde Guilherme VII de Berg e Ravensberg, com quem teve seis filhos;
  • Frederico do Palatinado (n. 1347), morto jovem;
  • João do Palatinado (n. 1349), morto jovem;
  • Matilde do Palatinado (1350 – antes de 2 de outubro de 1413), primeiro foi casada com o conde Henrique II de Veldenz, e depois com o landgrave Sigoste de Leuchtenberg, com quem teve dois filhos;
  • Isabel do Palatinado (1351 – após 4 de julho de 1360);
  • Roberto da Germânia (5 de maio de 1352 – 18 de maio de 1410), foi rei da Germânia e eleitor palatino. Foi marido de Isabel de Nuremberga, com quem teve nove filhos;
  • Adolfo do Palatinado (1355 – 1358)

Ruperto II ficou viúvo durante 30 anos e não se casou. Nesse período teve uma filha ilegítima chamada Elsa de Estromberga, que viveu desde 1392 em um mosteiro de freiras dominicanas em Worms

Veja também[editar | editar código-fonte]

Ruperto I, Eleitor Palatino do Reno (1309-1390)

Referências

  1. Adolfo, Conde Palatino do Reno (1300-1327), (* 27 de Setembro de 1300 - † 29 de Janeiro de 1327), da casa de Wittelsbach, foi Conde Palatino de 1319 a 1327.
  2. Irmengarda de Oettingen (1304-1389), filha de Luís VII, Conde de Oettingen (1288-1346) e de sua esposa Agnes de Württemberg (1295-1317).
  3. Rodolfo II, Conde Palatino do Reno (1306-1353) (* Wolfratshausen, 8 de Agosto de 1306 – † Neustadt, 4 de Outubro de 1353), era filho de Rodolfo I (1274-1319) e conde palatino de 1329 a 1353.
  4. Em alemão: Rupertinische Konstitution