Sérgio II de Constantinopla

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para outras pessoas de mesmo nome, veja Sérgio II.

Sérgio II de Constantinopla (em grego: Σέργιος Β´), dito Estudita por causa do Mosteiro de Estúdio, onde ele foi monge, foi patriarca de Constantinopla de julho de 1001 até a sua morte, em julho de 1019. Vindo de uma família proeminente e relacionada ao patriarca Fócio, ele atingiu o status de abade.[1]

Foi durante o reinado de Sérgio I que o Papa Sérgio IV incluiu a cláusula filioque no Credo de fé, iniciando a controvérsia que terminaria no Grande Cisma do Oriente.

Referências

  1. «Sergius II» (em grego). Site do Patriarcado Ecumênico de Constantinopla. Consultado em 24 de julho de 2011. 
Sérgio II de Constantinopla
(1001 - 1019)
Precedido por: Cruz ortodoxa.png

Patriarcas ecumênicos de Constantinopla

Sucedido por:
Sisínio II 99.º Eustácio
Ícone de esboço Este artigo sobre Episcopado (bispos, arcebispos, cardeais) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.