SM-70

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
SM-70 exposto no museu do Posto de Observação Alpha, na antiga fronteira interna alemã.

SM-70 (Splittermine Modell 1970) era o nome de um dispositivo da Alemanha Oriental colocado nas vedações da fronteira interna alemã e que consistia numa mina antipessoal desenvolvida especificamente para combater a "Republikflucht" (deserção) pela fronteira interna alemã (Grenze).[1] [2] [3]

Foi colocada pela primeira vez em 1970 e existem rumores de que terá sido moldada a partir de um desenho da SS destinado a campos de concentração[1] . As minas tinham forma de cone, e eram armadilhadas e colocadas ao longo da parede de malha de metal. Em alguns casos eram montadas diretamente na própria vedação, com a intenção de matar quem ilegalmente tentasse escalá-la.

Referências

  1. a b Rottman, Gordon L (2008). The Berlin Wall and the Intra-German Border, 1961-89. Fortress, 69 (Oxford: Osprey). p. 21. ISBN 9781846031939. OCLC 176832534. Consult. 2009-05-21. 
  2. Honecker, Erich (1974-05-06). "Protokoll der 45. Sitzung des Nationalen Verteidungsrates der DDR am 03.05.1974" [Minutes of the 45th session of the National Defence Council of the GDR on 3 May 1974] (PDF). Chronik der Mauer (em German). Zentrum für Zeithistorische Forschung e.V., Bundeszentrale für politische Bildung, Deutschlandradio. Consult. 2009-06-28. 
  3. Stacy, William E (1984). "Chapter Six Modern Border Operations: 1970–1983". US Army border operations in Germany, 1945-1983 (Heidelberg: Headquarters, US Army, Europe and 7th Army, Military History Office). pp. 184–189. OCLC 53275935. GSM 5-1-84.