SNAFU

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Privado Snafu foi uma série de desenhos de instrucção concebida por Frank Capra e produzida por animadores da Warner Brothers, como Chuck Jones para o Exército dos EUA durante a 2ª guerra mundial.

SNAFU é um acrónimo que é amplamente utilizado para a expressão sarcástica Situação Normal: Tudo Lixado (em inglês: Situation Normal: All Fucked Up). É um exemplo clássico de gíria militar. No entanto, a sigla militar original representava "Status Nominal: All Fucked Up". Às vezes é atenuada para "tudo errado" ou semelhante[1]. Isto significa que a situação está ruim, mas que este é o estado normal das coisas. Acredita-se que a origem da sigla venha dos Fuzileiros navais dos Estados Unidos durante a II Guerra Mundial.

No uso moderno, SNAFU é às vezes usado como uma interjeição. SNAFU também refere-se por vezes a uma situação má, engano, ou à causa do problema. É mais utilizada em vernáculo moderno para descrever o facto de nos depararmos com um erro ou problema que é grande e inesperado. Por exemplo, em 2005, O New York Times publicou um artigo intitulado "Redução dos funcionários do hospital tido como responsável pelo Snafu dos resultados dos testes".[2]

Origem[editar | editar código-fonte]

SNAFU foi registado pela primeira vez na edição de Setembro de 1941 de "American Notes and Queries".[3] A revista Time usou o termo no dia 16 de junho de 1942 no título: "Na semana passada cidadãos dos EUA sabiam que o racionamento de gasolina e requisição de borracha eram Snafu." Muitas obras de referência, incluindo o dicionário Random House Unabridged , indicam como data de origem a 1940-1944, geralmente atribuindo-o ao Exército dos Estados Unidos. Rick Atkinson descreve a origem da SNAFU, FUBAR e uma série de outros termos a comandos cínicos, ridicularizando a propensão do exército para siglas.[4]

A atribuição de SNAFU ao exército americano não é universalmente aceite: também tem sido atribuído aos Britânicos,[5] embora o Dicionário Oxford de inglês dá a sua origem e o primeiro registo do uso como calão militar dos EUA.

Num estudo mais alargado da gíria militar, Elkin observa em 1946, que "existem alguns substitutos aceitáveis, tais como 'screw up' ('estragar') ou 'mess up' (desarranjar), mas estas não têm o mesmo peso do termo obsceno equivalente." Ele considerou a expressão "uma caricatura da direcção do exército. O soldado, resignado aceita sua própria posição de responsabilidade menor e exprime o seu cinismo à ineficiência da autoridade do exército." Ele também observou que "a expressão [...] é de uso generalizado de civis."<

Siglas semelhantes[editar | editar código-fonte]

SUSFU[editar | editar código-fonte]

SUSFU é um acrónimo para Situation unchanged: sill fucked up, (Situação inalterada; ainda lixado), mas também pode ser atenuada para Situation unchanged: sill fouled up (Situação inalterada: ainda tudo errado) ou similar. É usada em contextos militares e foi registada pela primeira vez no American Notes and Queries na sua edição de setembro de 1941.

Ver também[editar | editar código-fonte]

  • BOHICA
  • FUBAR
  • TARFU
  • Lista de siglas de governo e militar

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. «Cinquenta anos de 'The Cat in the Hat'» 
  2. "Redução dos funcionários do hospital tido como responsável pelo Snafu dos resultados dos testes", in: The New York Times, 19 de maio de 2005.
  3. A Supplement to the Oxford English Dictionary, R. W. Burchfield, ed., Volume IV Se-Z, 1986.
  4. O dia da batalha: a guerra na Sicília e Itália, 1943–1944 (part of The Liberation Trilogy) by Rick Atkinson.
  5. Dicionário de eufemismos de Rawson e outra conversa. Chicago, IL 2002, Hugh Rawson.
  • Hakim, Joy. A History of Us: War, Peace and all that Jazz. [S.l.: s.n.] ISBN 0-19-509514-6 

Links externos[editar | editar código-fonte]