Saíde Baracá

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saíde Baracá
15º Sultão do Egito
Reinado 12771279
Antecessor(a) Baibars
Sucessor(a) Solamish
Dinastia Mamelucos Bahri
Nascimento c. 1260
  Cairo
Morte 1280 (20 anos)
  Caraque
Pai Baibars

Malique Saíde Naceradim Baracá (em árabe: الملك السعيد ناصر الدين برك; romaniz.: al-Malik al-Said Nasir al-Din Barakah), dito Saíde Baracá, foi um sultão mameluco da dinastia Bahri que reinou, adolescente, no Egito entre 1277 e 1279. Ele era filho do sultão Baibars, que o antecedeu no trono.

História[editar | editar código-fonte]

Baracá nasceu no Cairo e sua ascensão ao trono correu de maneira tranquila. Uma vez instalado, ele tentou limitar o poder dos emires que ele herdou da administração do pai e um deles, o vice-rei do pai, morreu em circunstâncias suspeitas. Outros foram presos e soltos em seguida. No lugar deles, Baracá promovia seus próprios mamelucos. Além disso, ele enviou Calavuno e Baysari, dois dos mais poderosos emires, para realizar raides na Armênia Cilícia em Calate Arrum, em 1279, para mantê-los ocupados longe da corte e do poder. Para isto, cada um deles recebeu um exército de 10 000 soldados. O plano de Baracá era prendê-los assim que retornassem ao Cairo, mas outro emir, Cuvenduque, os avisou sobre o plano do sultão e, quando eles retornaram, Baracá foi forçado a abdicar.

Seu irmão Solamish, de apenas sete anos de idade, foi alçado ao trono em seu lugar sob a guarda de Calavuno, que se tornou o sultão de facto.

Exilado em Caraque, na Jordânia, ele morreu em 1280, com apenas vinte anos de idade.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Saíde Baracá
Nascimento: 1260 Morte: 1280
Precedido por:
Baibars
Sultões do Egito
1277 – 1279
Sucedido por:
Solamish

Bibliografia[editar | editar código-fonte]