Sultão do Egito

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde abril de 2015). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Hussein Kamil, sultão do Egito entre 1914 e 1917

Sultão do Egito é uma extinta posição social, adquirida por governadores do Egito após o estabelecimento da dinastia aiúbida de Saladino, em 1174, perdurando até a conquista do Egito pelos Otomanos, em 1517.

Embora a extensão geográfica do sultanato tenha fluido e refluido, ela geralmente incluía as regiões de Levante e Hejaz. Consequentemente, sultões da dinastia Ayubi e outros sultões mamelucos também foram considerados como sultões da Síria.

A partir de 1914 o título foi novamente utilizado pelos comandantes da dinastia Muhammad Ali do Egito e Sudão, sendo mais tarde substituído pelo título de Rei do Egito e Sudão em 1922.

Lista de sultões do Egito[editar | editar código-fonte]

Dinastia Aiúbida[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Aiúbidas
Nome Ano Duração Notas Fonte
Asredin ou Sarracon 1163 23 Descendente da família nobre de Aiub [1]
Saladino 1186 13 Sobrinho de Sarracon [1]
Al-Aziz (Elaziz[Nota 1] ) 1199 Renunciou ao Egito para reinar em Damasco [1]
Al-Adil I (Eladel) 1199 11 Irmão de Al-Aziz [1]
Al-Kamil (Elchamul) 1210 27 [1]
Al-Malik as-Salih (Melech-Assalach) 1237 5 Derrotou os cruzados sob Luís IX da França. Assassinado pelos mamelucos [1]
Al-Muazzam Turanshah (Elmutan) 1242 3 Filho do anterior, perdeu o poder para os mamelucos [1]

Mamelucos[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Mamelucos
Domínio dos mamelucos Bahri (vermelho).

Dinastia Bahri[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Bahri

Dinastia Burji[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Burjidas

Sultões modernos (1914-1922)[editar | editar código-fonte]

Notas e referências

Notas

  1. A grafia destes sultões foi adaptada do texto de Anderson aos nomes usados nos artigos da Wikipédia.

Referências

  1. a b c d e f g James Anderson, Royal Genealogies, Or the Genealogical Tables of Emperors, Kings and Princes (1732), The Turkish Sultans, who now begin to reing in Egypt, p.386 [google books]
Ícone de esboço Este artigo sobre Sultões é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.