Portal:Monarquia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Heraldic Royal Crown (Common).svg Bem-vindo ao Portal da Monarquia


 ver·editar Monarquia
French heraldic crowns - King.svg

Monarquia é uma forma de governo em que o chefe de Estado mantém-se no cargo até a morte ou a abdicação, sendo normalmente um regime hereditário. O chefe de Estado dessa forma de governação recebe o nome de monarca (Normalmente com o título de Rei ou Rainha) e pode também muitas vezes ser o chefe do governo. A ele, o ofício real de governo, é sobretudo o de reger e coordenar a administração da nação, em vista do bem comum em harmonia social.

O monarca quase nunca deteve poderes ilimitados, como muitas vezes é pensado. Foi num período muito curto que houve monarquias absolutas. Hoje em dia a grande maioria da monarquias são monarquias constitucionais, que lhes dá quase nenhum poder de governação do seu país, que é exercido por um primeiro-ministro.

Apesar da chefia do Estado hereditária ser a característica mais comum das monarquias, existem na história inúmeros casos de monarquias electivas, tais como a do milenar Sacro Império Romano-Germânico, a República das Duas Nações (república aristocrática, precursora da ideia de Monarquia Constitucional), e os atuais Vaticano, Andorra, Camboja, Emirados Árabes Unidos, Kuwait, Malásia, Suazilândia, não sendo consideradas repúblicas.

 ver·editar Artigo selecionado
Louis I of Naples - Order of the Knot.jpg

Desde a Idade Média, o regime monárquico espalhou-se por toda a Europa, normalmente pela necessidade de um dirigente forte, capaz de formar e comandar exércitos para defender o país. As monarquias feudais europeias eram assim dinásticas, o trono sendo geralmente transmitido ao filho mais velho ou ao descendente masculino mais próximo. Os soberanos medievais procuravam armas e soldados com os senhores feudais, e não se mantinham no poder que graça a fidelidade da nobreza. Assim, na monarquia feudal, apresenta-se a característica de uma limitação do poder do monarca, segundo a própria estrutura feudal do reino. O poder era entregue ao rei, com o acordo dos senhores feudais, e estava dependente da colaboração destes, sendo estabelecido segundo regras bem definidas e mútuas. O rei possuía um poder efectivo concedido pelos seus iguais, conservando estes um poder da mesma ordem nos seus domínios. Este tipo de monarquia caracterizou, com algumas variantes, a França dos séculos X ao XIV, o Japão do século XV ao XVIII, a China da dinastia Ming, etc.

 ver·editar Monarca selecionado
DpedroI-brasil-full.jpg

Pedro I & IV (Queluz, 12 de outubro de 1798 – Queluz, 24 de setembro de 1834) foi o primeiro Imperador do Brasil como Pedro I de 1822 até sua abdicação em 1831, e também brevemente Rei de Portugal e Algarves como Pedro IV entre março e maio de 1826. Era o quarto filho do rei João VI de Portugal e sua esposa a infanta Carlota Joaquina da Espanha, sendo assim um membro da Casa de Bragança. Pedro declarou a Independência do Brasil em 7 de setembro de 1822 e foi aclamado como seu imperador no dia 12 de outubro, porém abdicou em 7 de abril de 1831 em favor de seu filho mais novo Pedro II e partiu para a Europa a fim de reconquistar o trono português para sua filha a rainha Maria II. Pedro acabou morrendo de tuberculose em 24 de setembro de 1834, poucos meses depois dele ter se saído vitorioso.

 ver·editar Membro da realeza selecionado
Prince Harry in the US.jpg

Henrique Carlos Alberto Davi (Londres, 15 de setembro de 1984), mais conhecido como Harry, é o filho mais novo de Carlos, Príncipe de Gales, e sua primeira esposa Diana Spencer. Seus avós paternos são a rainha Isabel II do Reino Unido e o príncipe Filipe, Duque de Edimburgo. Ele é o quinto na linha de sucessão ao trono britânico atrás de seu pai, seu irmão e seus dois sobrinhos.

 ver·editar Imagens selecionadas
 ver·editar Sabia que
CarlXIVJohnSweden.jpg
 ver·editar Consorte selecionado
Royal Wedding Stockholm 2010-Konserthuset-420.jpg

Henrique Maria João André de Laborde de Monpezat (Talence, 11 de junho de 1934) é o marido da rainha Margarida II e príncipe consorte da Dinamarca desde 1972. Filho de André de Laborde de Monpezat e Renée Doursennot, nasceu na França e passou parte de sua infância no território do Vietnã. Com a rainha Margarida, Henrique teve dois filhos: Frederico, Príncipe Herdeiro, e Joaquim. O príncipe é presidente da associação Europa Nostra, que se ocupa da defesa do patrimônio arquitetônico europeu, da WWF da Dinamarca e da Cruz Vermelha dinamarquesa. Também se ocupa da produção vitícola da propriedade do casal em Caïx, na região de Cahors, na França.

 ver·editar Navegação