Portal:Monarquia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Heraldic Royal Crown (Common).svg Bem-vindo ao Portal da Monarquia


 ver·editar Monarquia
French heraldic crowns - King.svg

Monarquia é uma forma de governo em que o chefe de Estado mantém-se no cargo até a morte ou a abdicação, sendo normalmente um regime hereditário. O chefe de Estado dessa forma de governação recebe o nome de monarca (Normalmente com o título de Rei ou Rainha) e pode também muitas vezes ser o chefe do governo. A ele, o ofício real de governo, é sobretudo o de reger e coordenar a administração da nação, em vista do bem comum em harmonia social.

O monarca quase nunca deteve poderes ilimitados, como muitas vezes é pensado. Foi num período muito curto que houve monarquias absolutas. Hoje em dia a grande maioria da monarquias são monarquias constitucionais, que lhes dá quase nenhum poder de governação do seu país, que é exercido por um primeiro-ministro.

Apesar da chefia do Estado hereditária ser a característica mais comum das monarquias, existem na história inúmeros casos de monarquias electivas, tais como a do milenar Sacro Império Romano-Germânico, a República das Duas Nações (república aristocrática, precursora da ideia de Monarquia Constitucional), e os atuais Vaticano, Andorra, Camboja, Emirados Árabes Unidos, Kuwait, Malásia, Suazilândia, não sendo consideradas repúblicas.

 ver·editar Artigo selecionado
Palazzo di Westminster.JPG

A monarquia constitucional, surgiu na Europa nos finais do século XVII, com a Revolução Gloriosa inglesa, em 1688. A sua característica principal reside no facto do exercício da autoridade estatal do monarca estar na dependência de um Parlamento que está reunido de forma permanente. O monarca personifica a autoridade do Estado. A sucessão monárquica pode estar regulamentada pela legislação estatal ou por preceitos de ordem familiar. Desde meados do XIX, a monarquia constitucional apresenta frequentemente uma forma democrática de estado, com as regras constitucionais daí decorrentes. A sucessão pode ser eletiva ou hereditária, conforme os países ou épocas. A monarquia inglesa, desde o século XVII, adotou este tipo de monarquia, tornando-se na mais antiga democracia do mundo e servindo de modelo a todas as democracias atuais (sejam elas monárquicas ou republicanas). A Constituição deve emanar da nação e estabelecer as regras do governo. O parlamento, e especialmente a Câmara dos Comuns que representa a nação, personifica o direito face ao monarca. As monarquias francesas de 1790 a 1792 e, em seguida, a partir de 1815 a 1848, baseiam-se neste princípio. Nestas formas de monarquia, ao passo que o sistema parlamentar se desenvolve gradualmente, a soberania passa do rei para a nação.

 ver·editar Monarca selecionado
King Carl XVI Gustaf at National Day 2009 Cropped.png

Carlos XVI Gustavo (Solna, 30 de abril de 1946) é o Rei da Suécia desde 1973, tendo sucedido seu avô Gustavo VI Adolfo. Foi o único filho do príncipe Gustavo Adolfo, Duque da Bótnia Ocidental, e de sua esposa a princesa Sibila de Saxe-Coburgo-Gota, sendo o sétimo monarca sueco da Casa de Bernadotte. Ele é casado com Sílvia Sommerlath, com quem têm três filhos: Vitória, Princesa Herdeira, Carlos Filipe, Duque de Varmlândia, e Madalena, Duquesa da Helsíngia e Gestrícia.

 ver·editar Membro da realeza selecionado
Wassenaar, najaar 2014, de Prinses van Oranje.jpg

Catarina Amália Beatriz Carmem Vitória, Princesa de Orange (Haia, 7 de dezembro de 2003) é a primeira filha do rei Guilherme Alexandre I e da rainha Máxima dos Países Baixos. Ao nascer, recebeu os títulos de Princesa dos Países Baixos e Princesa de Orange-Nassau. Quando o seu pai ascendeu ao trono, recebeu o título de Princesa de Orange, sendo que é a primeira na linha de sucessão ao trono e que provavelmente sucederá ao seu pai como Rainha dos Países Baixos. A Princesa vive com os pais e irmãs, Alexia e Ariana, em Wassenaar.

 ver·editar Imagens selecionadas
 ver·editar Sabia que
Dronning Margrethe II (crop).jpg
 ver·editar Consorte selecionado
Queenmaryformalportrait edit3.jpg

Maria de Teck (Londres, 26 de maio de 1867Westminster, 24 de março de 1953) foi rainha consorte do Reino Unido e dos Domínios britânicos e imperatriz consorte da Índia, como a esposa do rei-imperador Jorge V. Embora fosse tecnicamente uma princesa de Teck, do Reino de Württemberg, ela nasceu e foi criada no Reino Unido. Seus pais eram o príncipe Francisco, Duque de Teck, de origem alemã, e a princesa Maria Adelaide de Cambridge, da família real britânica. Aos 24 anos de idade, foi prometida em casamento ao príncipe Alberto Vitor, filho mais velho do Príncipe de Gales, mas, seis semanas após o anúncio do noivado, ele morreu de pneumonia. No ano seguinte, ela envolveu-se com o irmão de Alberto, Jorge, que posteriormente tornou-se rei.

 ver·editar Navegação