Satélite de energia solar

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Satélite de energia solar em projeto concebido pela NASA em 1976.

Satélite de energia solar - é um conceito de satélite dotado de painéis capazes de captar a energia solar.

A uma determinada distância longe da sombra projetada pela Terra, nunca é "noite". O espaço é permanentemente atravessado pela luz e energia do Sol. Um satélite de energia solar em órbita geoestacionária seria iluminado 99% do tempo.

O uso a energia do Sol tem várias vantagens: as instalações receptoras na superfície terrestre são simples ao contrário de barragens de usinas hidrelétricas e locais para armazenamento de petróleo que ocupam grandes extensões. E é uma energia 'limpa' pois não emite quaisquer tipos de poluentes.

Após a captação esta energia é então convertida em micro-ondas ou radiação infravermelha e depois enviada à Terra. Uma usina recebe essa energia solar convertida e a transforma em energia elétrica que poderá ser usada normalmente.

Tais projetos ainda não foram relizados devido a dois motivos principais: os elevados custos para a construção e lançamento destes satélites na órbita terrestre e também porque a energia gerada desta forma tem um custo muito maior se comparada às fontes de energia convencionais.

Os satélites de energia solar poderiam ter vantagens para o mundo em termos de segurança energética evitando futuros conflitos pela posse de fontes de energia cada vez mais escassas, reduzindo despesas militares e a perda de vidas humanas.

Possíveis projetos[editar | editar código-fonte]

Torre solar
Espelho solar

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

(em inglês) Solar Power Satellites - Peter E. Glaser, Frank P. Davidson and Katinka Csigi, 1998. John Wiley & Sons ISBN 047196817 X

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Satélite de energia solar

(em português) Inovação tecnologica - Estados Unidos querem construir usina solar espacial

  • (em inglês) White Paper- History of SPS Developpements - International Union of Radio Science - 2007