Segunda Batalha de Brega

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Segunda Batalha de Brega
Guerra Civil Líbia de 2011
Data 13-15 de março de 2011
Local Brega, Líbia
Desfecho Vitória das forças pró-Gaddafi [1]
  • Cidade retomada por forças lealistas
Beligerantes
Líbia Forças anti-Gaddafi Líbia Forças Armadas da Líbia
Comandantes
Bashir Abdel-Qader[2]
Khaled Kowati[3]
desconhecido
Forças
2.000[4] desconhecido
Baixas
5-7 mortos[5] 25 mortos,[6] 71 capturados[7] (reivindicações rebeldes não confirmadas)

A Segunda Batalha de Brega foi uma batalha durante a Guerra Civil Líbia de 2011. Mais de dez dias antes, as forças anti-Gaddafi repeliram uma tentativa das forças gaddafistas de tomar a cidade em 2 de março de 2011, na Primeira Batalha de Brega. Na sequência dessa batalha, as forças rebeldes avançaram ao longo da estrada costeira líbia, capturando as cidades de Ras Lanuf e Bin Jawad. No entanto, após a Batalha de Bin Jawad e a Batalha de Ras Lanuf, as tropas do governo retomariam todo o território perdido e ameaçariam novamente Brega em meados de março.

A batalha[editar | editar código-fonte]

Em 13 de março, as forças do regime, avançando de Ras Lanuf, conseguiram retomar Brega, embora naquela noite os relatos indicassem que os combates ainda estavam em andamento e os rebeldes possivelmente ainda controlavam partes da cidade. [8][9] Alegadamente, os rebeldes voltaram a entrar na cidade e pesados combates se seguiram, após o qual as tropas do governo se retiraram para o aeroporto de Brega.[6] No entanto, apenas uma hora depois, afirmou-se que as forças gaddafistas haviam repelido as tropas rebeldes da cidade para aj-Ojela, a 20 quilômetros a leste de Brega. [10]

Na manhã de 14 de março, as forças rebeldes mantinham o distrito residencial e as forças lealistas mantinham as instalações petrolíferas.[4]

Em 15 de março, as forças rebeldes haviam abandonado Brega e estavam em plena retirada em direção a Ajdabiya. A própria Ajdabiya ficaria sob ataque terrestre apenas algumas horas depois, marcando o início da Batalha de Ajdabiya.

Consequências[editar | editar código-fonte]

No dia 26 de março, depois que lealistas perderam Ajdabiya e recuaram ainda mais para baixo da costa, as forças rebeldes recapturaram Brega. [11][12] Poucos dias depois, as tropas governistas retornaram novamente, retomando a cidade após uma prolongada batalha contra as forças rebeldes. [13]

Referências

  1. Abbas, Mohammed (15 de março de 2011). «Gaddafi forces seize key town, G8 stalls on no-fly». Ajdabiya: Reuters India. Reuters 
  2. «Live Blog - Libya March 2 | Al Jazeera Blogs». Al Jazeera. 1 de março de 2011 
  3. Potter, Mitch (2 de março de 2011). «The Star in Libya: Rebels quash Gadhafi raid». Toronto: The Toronto Star 
  4. a b «Libya's war: Loyalist forces launch dual offensive as Gaddafi bribes opposition». London: Daily Mail Online. 15 de março de 2011 
  5. 5 on 14 March,[1] 2 on 15 March [2], total of 7 reported killed
  6. a b «Libyan rebels regain control of Brega». RTÉ News. 13 de março de 2011 
  7. «Rebels reclaim Brega from Gaddafi forces after fierce fighting». MaltaToday 
  8. «Libya Live Blog - March 13». Al Jazeera. 13 de março de 2011. Arquivado do original em 13 de março de 2011 
  9. «Libya: Gaddafi troops 'force rebels out of Brega'». BBC News. 13 de março de 2011 
  10. Lucas, Ryan; Hadid, Diaa (14 de março de 2011). «Gadhafi warplanes strike rebel-held Libya city». The Star Tribune. Associated Press 
  11. Brown, Ben (26 de março de 2011). «Libya revolt: Rebels grab Ajdabiya from Gaddafi». Ajdabiya: BBC 
  12. «Libyan rebels facing tough fight for Sirte». Al Jazeera. 26 de março de 2011 
  13. Chivers, C.J. (1 de Abril de 2011). «Rebel Attack on Brega Ends in Stalemate». The New York Times