Segundo de Non

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Segundo de Non
Nome completo Segundo de Non
Nascimento março de 612

Segundo de Non, em latim Segundus, também conhecido como Segundo ou Segundino de Trento (Trento, março de 612), foi um monge e historiador de origem românica que viveu entre os lombardos.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Assimilado aos lombardos, embora de origem românica[1], o abade Segundo foi ativo junto à corte real no tempo do rei Agilulfo e da rainha Teodolinda. Na igreja de São João, em Monza, em 603, batizou o herdeiro do trono Adaloaldo[2], o primeiro rei lombardo a ser batizado conforme o rito católico e não conforme o ariano. Provavelmente, porém, o monge seguiu a variante tricapitolina, à qual havia aderido em vez da romana, embora a rainha-mãe fosse católica fervorosa, em correspondência com o papa Gregório Magno[3]

Foi também historiador dos lombardos, autor de uma Succinta de Langobardorum gentis historiola, do qual restou somente um fragmento de doze linhas [4] que foi fonte da Historia Langobardorum de Paulo, o Diácono[3]. O próprio Paulo faz referência à crônica de Segundo, quando anota com estupor como este tinha negligenciado a grande vitória reportada por Autário sobre os francos em 588[5] e fornece a indicação de sua morte, colocando-a no mês de março do ano no qual uma incursão dos eslavos devastou a Ístria (612).[6].

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Jörg Jarnut,Storia dei Longobardi, p. 43.
  2. Paulo, o Diácono, Historia Langobardorum, IV, 27.
  3. a b Sergio Rovagnati, I Longobardi, p. 7.
  4. Reencontrado no século XVIII em um monastério na Baviera, perdido novamente e reencontrado em 1952 em Estugarda.
  5. Paulo, o Diácono, cit., VI, 58.
  6. Paulo, o Diácono, cit., IV, 40.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre História ou um(a) historiador(a) é um esboço relacionado ao Projeto História. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.