Estugarda

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Estugarda
Stuttgart
StuttgartSchlossplatz.jpg
Neues Schloss e Schlossplatz
Brasão Mapa
Brasão de EstugardaStuttgart
Mapa da Alemanha, posição de EstugardaStuttgart acentuada
Administração
País  Alemanha
Estado Baden-Württemberg
Região administrativa Estugarda
Distrito cidade independente
Prefeito Fritz Kuhn
Partido no poder GRÜNE
Estatística
Coordenadas geográficas 48° 46' 36" N 09° 10' 39" E48° 46' 36" N 09° 10' 39" E
Área 207.36 km²
Altitude 245 (207-549) m
População 606.588 (31/12/2011)
Densidade populacional 2.850 hab./km²
Outras Informações
Placa de veículo S
Número oficial de comunidade 08 1 11 000
Código postal 70173–70619 (antigo: 7000)
Código telefônico 0711
Endereço da prefeitura Marktplatz 1
70173 Stuttgart
Website sítio oficial
Localização de Estugarda
Stuttgart
no estado de Baden-Württemberg
Baden-Württemberg S.svg

Estugarda (em alemão: Stuttgart, forma também usada em português brasileiro) é a capital e a maior cidade do estado de Baden-Württemberg, na Alemanha. É a sexta maior cidade da Alemanha situando-se às margens do rio Neckar, tem uma população de 606 588 habitantes de acordo com o censo demográfico de 31 de dezembro de 2011.[1] É uma cidade independente (Kreisfreie Stadt) ou distrito urbano (Stadtkreis), ou seja, possui estatuto de distrito (Kreis).[2] A cidade localiza-se no centro de uma área densamente povoada, cercada por um anel de cidades menores. Esta área chamada de Região de Estugarda tem uma população de 2,7 milhões de habitantes.[3]

A cidade fica espalhada através de uma variedade de colinas (muitas delas vinhedos), vales e parques – incomuns para uma cidade alemã e muitas vezes uma fonte de surpresa para os visitantes que associam a cidade principalmente com sua reputação industrial de 'berço do automóvel'. É sede do Legislativo Estadual, o Parlamento Regional, o Conselho Local e da Igreja Protestante do Estado de Württemberg, assim como uma das duas co-sedes do bispo da Diocese de Rotemburgo-Estugarda.

Estugarda é apelidada de Schwabenmetropole (metrópole da Suábia), por causa da localização da cidade no centro da Suábia, e como referência ao dialeto suábio falado por seus habitantes nativos. Nesse dialeto, o nome da cidade é pronunciado Schtugert ou Schtuagerd. No entanto, muitos alemães não-suábios emigraram para Estugarda por razões econômicas e 40% dos moradores da cidade, e 64% da população com idade inferior a cinco anos de idade são de origem imigrante estrangeiro.[4] Em Estugarda estão sediadas as indústrias automobilísticas Mercedes-Benz e Porsche, assim como outra empresa do ramo, a Bosch.[5]

História[editar | editar código-fonte]

Pré-história e Antiguidade[editar | editar código-fonte]

O primeiro assentamento conhecido de Estugarda foi estabelecido por volta do final do século primeiro depois de Cristo, com o estabelecimento de um forte romano, nas margens do rio Neckar. No início do século III os romanos foram repelidos pelos alamanos para trás do Reno e o rio Danúbio. Nada se sabe sobre o acordo entre os séculos quarto ao sétimo, mas Cannstatt é mencionada nos arquivos da Abadia de São Galo que datam do início do século oitavo. Escavações arqueológicas na década de 2000 confirmaram a presença contínua de uma propriedade agrícola durante o período merovíngio.[6]

O nome da fortificação romana não foi registrado. O assentamento é mencionado como Canstat ad Neccarum em 708. A etimologia do nome Cannstatt não é evidente, mas como o local é mencionado como condistat nos Anais de Metz (século IX), é derivado principalmente do latim condita ("fundação"), sugerindo que o nome do assentamento romano poderia ter sido Condi-. Alternativamente, Sommer (1992) sugeriu que o local romano corresponde à Civitas Aurelia G atestada em uma inscrição encontrada perto da cidade de Öhringen.[7] Houve também tentativas de uma derivação do gaulês *kondâti- "confluência".[8]

O conselho de Cannstatt organizado em 746, de acordo com os anais de Metz — o Annales Petaviani e um relato do duque francês Childebrand I — foi realizado após o convite de Carlomano, o filho mais velho de Carlos Martel, e terminou com a execução sumária da nobreza alemânica por sua suposta parte no levante de Teobaldo, Duque de Alamannia e Odilo, duque da Baviera.[9]

Idade Média[editar | editar código-fonte]

Estugarda foi provavelmente fundada por volta de 950 d.C., pouco antes da Batalha de Lechfeld pelo duque Liudolf da Suábia, um dos filhos do imperador Oto I, o Grande. A cidade foi usada para criação de cavalos de cavalaria em prados férteis no atual centro da cidade, apesar de escavações arqueológicas recentes indicarem que esta área já estava em posse dos agricultores merovíngios.[6]

Por volta de 1300, Estugarda se tornou a residência dos condes de Württemberg, que a expandiram crescendo o assentamento e fizeram dela a capital de seu território (Territorialstaat). Estugarda foi elevada à categoria de cidade em 1321, quando tornou-se a residência oficial do rei. O território em torno da cidade ficou conhecido como o Condado de Württemberg antes do conde ser elevado à categoria de duque pelo imperador do Sacro Império Romano, em 1495, quando a cidade tornou-se a capital e residência ducal.[10]

Idade Contemporânea[editar | editar código-fonte]

Em 1805, a Land acedeu ao reino de Württemberg, pelo imperador Napoleão Bonaparte. Em meados do século XX, a cidade industrializou-se rapidamente graças às empresas Daimler-Motoren-Gesellschaft, Karl Benz, Porsche e Bosch.[5]

Em 1871, Estugarda ostentava 91 000 habitantes, e na época em que Gottlieb Daimler inventou o automóvel em uma pequena oficina em Cannstatt na década de 1880, a população tinha aumentado rapidamente para 176 000.[11] Posteriormente, sua empresa Daimler desenvolveu na cidade a primeira motocicleta em 1885, e o primeiro automóvel de quatro rodas um ano mais tarde.[12]

Em 1951, as regiões de Baden e Württemberg são transformadas no Bundesland Baden-Württemberg. Certos habitantes[quem?], sobretudo os de Baden, não estão de acordo com este acto administrativo[carece de fontes?], porque existe uma rivalidade tradicional entre as duas populações.

A cidade foi fortemente danificada durante a Segunda Guerra Mundial. A fábrica de automóveis Porsche AG está instalada nesta cidade, e por isso a imprensa automobilística às vezes se refere à Estugarda como "a casa da Porsche".[13] Outra grande montadora instalada em Estugarda é a Mercedes-Benz. A cidade tem grande arrecadação de imposto referentes a ambas montadoras.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Estugarda fica a cerca de uma hora da Floresta Negra e uma distância similar das montanhas dos Alpes Suábios.[14] O centro da cidade fica num vale exuberante, aninhado entre vinhedos e bosques espessos nas proximidades, mas não sobre o rio Neckar. Assim, a cidade é muitas vezes descrita como estando "zwischen Wald und Reben" ("Entre a Floresta e as Videiras"). Nos meses quentes de verão, os moradores locais se referem a esta área como o "Stuttgarter Kessel", ou "Caldeirão de Estugarda", pelo seu clima quente e úmido, que é muitas vezes mais quente do que a paisagem circundante de Württemberg.[15]

Estugarda abrange uma área de 207 quilômetros quadrados. Sua elevação varia de 207 metros acima do nível do mar, pelo rio Neckar a 549 metros da colina Bernhartshöhe. Como resultado, há um conjunto de escadarias com mais de 400 degraus ao redor da cidade (chamadas de "Stäffele" no dialeto local),[16] o equivalente a cerca de 20 quilômetros de escadarias. Muitas se originam da época em que as vinhas cobriam todo o vale. Ainda hoje há vinhas com menos de 500 metros de distância da Estação Principal.

Panorama de Estugarda vista do sudeste. Do vale do rio Neckar no lado esquerdo subindo para o centro da cidade, com altos bosques ao sul (torre de televisão). Estugarda do Sul e Estugarda do Oeste estão à direita.
Estugarda na noite, vista do noroeste.

Política[editar | editar código-fonte]

O atual Bürgermeister (prefeito) de Estugarda é Fritz Kuhn do partido de centro-esquerda Aliança 90/Os Verdes (Partido Verde Alemão).[17]

Organização política-administrativa[editar | editar código-fonte]

Vista panorâmica de Estugarda.

A cidade está dividida em 23 Stadtbezirke (distritos municipais):

  1. Stuttgart-Mitte
  2. Stuttgart-Nord
  3. Stuttgart-Ost
  4. Stuttgart-Süd
  5. Stuttgart-West
  6. Stuttgart-Bad Cannstatt
  7. Stuttgart-Birkach
  8. Stuttgart-Botnang
  9. Stuttgart-Degerloch
  10. Stuttgart-Feuerbach
  11. Stuttgart-Hedelfingen
  12. Stuttgart-Möhringen
  13. Stuttgart-Mühlhausen
  14. Stuttgart-Münster
  15. Stuttgart-Obertürkheim
  16. Stuttgart-Plieningen
  17. Stuttgart-Sillenbuch
  18. Stuttgart-Stammheim
  19. Stuttgart-Untertürkheim
  20. Stuttgart-Vaihingen
  21. Stuttgart-Wangen
  22. Stuttgart-Weilimdorf
  23. Stuttgart-Zuffenhausen

Clima[editar | editar código-fonte]

Gráfico climático para Estugarda
J F M A M J J A S O N D
 
 
4.8
 
3
-3
 
 
4.6
 
4
-3
 
 
4.3
 
9
1
 
 
6.1
 
12
3
 
 
8.6
 
17
7
 
 
8.6
 
21
11
 
 
7.4
 
24
13
 
 
8.6
 
23
12
 
 
5.8
 
19
8
 
 
4.6
 
14
5
 
 
4.6
 
8
1
 
 
5.1
 
4
-2
Temperaturas em °CPrecipitações em mm
Fonte: Weatherbase

Estugarda apresenta um clima oceânico (Classificação climática de Köppen Cfb). Normalmente, durante os meses de verão, as proximidades das colinas da Floresta Negra e dos Alpes Suábios atuam como um escudo de duras condições meteorológicas, mas a cidade pode estar sujeita a tempestades enquanto nos períodos de inverno a neve pode durar vários dias. O centro da cidade, referido pelos habitantes locais como o "Kessel" (chaleira), apresenta um calor mais grave no verão e menos neve no inverno do que nos subúrbios. A faixa de temperatura entre o dia e a noite ou no verão e no inverno podem ser extremas. Em média Estugarda goza de 1807 horas de sol por ano.[18]

Cultura[editar | editar código-fonte]

Arte[editar | editar código-fonte]

Estugarda é conhecida por sua rica herança cultural, em particular o seu Teatro do Estado (Staatstheater) e a Galeria do Estado (Staatsgalerie). O Staatstheater abriga a Ópera Estatal e três teatros menores e encena regularmente ópera, balé e produções de teatro, bem como shows. O Staatstheater foi nomeado o 'Teatro do ano' da Alemanha/Áustria em 2006, na Suíça; a Ópera de Estugarda venceu o prêmio de 'Ópera do ano' seis vezes.[19] O Stuttgart Ballet está ligado a nomes como John Cranko e Márcia Haydée.[20]

Desporto/Esporte[editar | editar código-fonte]

O clube de futebol da cidade, o VfB Stuttgart, disputa o Campeonato Alemão de Futebol e foi o campeão da temporada 2006/07 da Bundesliga.[21] [22] Outras equipes de futebol de divisões inferiores são o Sportfreunde Stuttgart — mais conhecido por ter participado do Sir Thomas Lipton Trophy em 1908, considerada a primeira Copa do Mundo — e o FV Zuffenhausen.[23] O estádio Gottlieb-Daimler-Stadion (atualmente Mercedes-Benz Arena) abrigou alguns dos jogos da Copa do Mundo FIFA de 2006.[24]

Além do futebol a cidade abrigou as etapas da final da Copa do Mundo de Ginástica Artística de 2002, além de sediar por duas vezes o Campeonato Mundial de Ginástica Artística nos anos de 1989 e 2007.[25]

A Mercedes-Benz Arena, estádio de futebol cede do VfB Stuttgart, em Estugarda.

Cidades-irmãs[editar | editar código-fonte]

Estugarda possui 10 cidades-irmãs:

Referências

  1. Bevölkerung und Erwerbstätigkeit 2011 (em alemão) Statistisches Landesamt Baden-Württemberg.
  2. Lüttich, Henner. Metropolitan Regions All Over the EU: Location - Strengths - Weaknesses. [S.l.]: BoD – Books on Demand, 2010. p. 45. ISBN 3842326610
  3. Basisinformationen zur Region Stuttgart (em alemão) Wirtschaftsförderung Region Stuttgart GmbH. Visitado em 16 de dezembro de 2014.
  4. Statistisches Bundesamt Deutschland – Neue Daten zur Migration in Deutschland verfügbar (em alemão) Destatis.de (20 de outubro de 2008). Visitado em 16 de agosto de 2014.
  5. a b Aplicativo alemão inova com serviço especial para viajantes a negócios (em português) Zero Hora (10 de abril de 2014). Visitado em 03 de julho de 2014.
  6. a b Kirn, Daniel. Stuttgart – Eine kleine Stadtgeschichte (em alemão). [S.l.]: Sutton, 2007. ISBN 978-3-86680-137-0
  7. C. Sebastian Sommer, "Die städtischen Siedlungen im rechtsrheinischen Obergermanien" em: Die römische Stadt im 2. Jahrhundert n. Chr. Der Funktionswandel des öffentlichen Raumes, (Xantener Berichte 2, 1992, 119 ff.
  8. Albrecht Greule, "Keltische Ortsnamen in Baden-Württemberg. Wir können alles – außer Latein" em: Imperium Romanum. Roms Provinzen an Neckar, Rhein und Donau, 2005, 80–84.
  9. Clemens Gantner, Rosamond McKitterick, Sven Meeder. The Resources of the Past in Early Medieval Europe. Cambridge, RU: Cambridge University Press, 2015. pp. 58. ISBN 1107091713
  10. Graboïs, Aryeh. The illustrated encyclopedia of medieval civilization. ilustrada ed. [S.l.]: Octopus, 1980. p. 729. ISBN 070640856X
  11. Stuttgart – Where Business Meets the Future. CD issued by Stuttgart Town Hall, Department for Economic Development, 2005.
  12. Curley, Robert. The 100 Most Influential Inventors of All Time (em inglês). Nova Iorque: The Rosen Publishing Group, 2010. p. 127. ISBN 1615300031
  13. Long, Brian. Porsche 911: The Definitive History 1977 To 1987 (em inglês). ilustrada ed. [S.l.]: Veloce Publishing Ltd, 2011. ISBN 1845844580
  14. Plomerova, Jaroslava; Liebermann, Robert C.; Babuska, Vladislav. Geodynamics of Lithosphere and Earth's Mantle. Berlim: Springer Science & Business Media, 1998. p. 336. ISBN 3764359072
  15. Unfried, Peter (27 de novembro de 1992). Heißer Kessel zwischen Wald und Reben (em alemão) Zeit Online. Visitado em 28 de fevereiro de 2015.
  16. The Stuttgart “Bucket List” (PDF) (em inglês) 14 pp. Stuttgart Army. Visitado em 7 de março de 2015.
  17. Oberbürgermeister Fritz Kuhn (em alemão) Governo da Alemanha Página oficial de Estugarda. Visitado em 13 de agosto de 2014.
  18. website of Stuttgart Statistisches Landesamt Baden-Württemberg (Dezembro de 2008). Visitado em 03 de agosto de 2014.
  19. State Opera Stuttgart (em inglês) Governo da Alemanha Página oficial de Estugarda. Visitado em 13 de agosto de 2014. Cópia arquivada em 18 de junho de 2008.
  20. Stuttgart, na Alemanha, respira cultura e berço para novos artistas (em português) A Tribuna (08 de junho de 2008). Visitado em 13 de agosto de 2014.
  21. Verein für Bewegungsspiele Stuttgart 1893 e. V. (em português) O Gol. Visitado em 03 de agosto de 2014.
  22. 1. Bundesliga - VfB Stuttgart (em inglês) Klicker. Visitado em 03 de julho de 2014.
  23. Sir Thomas Lipton Trophy (Torino) (em inglês) The Rec Sport Soccer Statistics Foundation (20 de novembro de 2004). Visitado em 17 de março de 2015.
  24. Stuttgart - Gottlieb-Daimler-Stadion (em inglês) BBC Sports (03 de dezembro de 2005). Visitado em 03 de agosto de 2014.
  25. Rhythmic Gymnastics WORLD CUP FINALS (em inglês) Federação Internacional de Ginástica. Visitado em 17 de março de 2015.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Estugarda