Verein für Bewegungsspiele Stuttgart 1893 e. V.

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de VfB Stuttgart)
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde maio de 2016). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
VfB Stuttgart
VfB Stuttgart 1893 Logo.svg
Nome Verein für Bewegungsspiele Stuttgart 1893 e. V.
Alcunhas Die Roten
Die Schwaben
Mascote Fritzle (Crocodilo)
Fundação 9 de setembro de 1893 (124 anos)
Estádio Mercedes-Benz Arena
Capacidade 60,441
Localização Stuttgart, Alemanha
Presidente Alemanha Wolfgang Dietrich
Treinador Alemanha Hannes Wolf
Patrocinador Alemanha Mercedes-Benz
Material (d)esportivo Alemanha Puma
Competição Alemanha Bundesliga
2016–17 Campeão (acesso)
Website www.vfb.de
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
editar

Verein für Bewegungsspiele Stuttgart 1893 e. V., mais conhecido como VfB Stuttgart ou simplesmente Stuttgart, é uma agremiação esportiva alemã, fundada a 9 de setembro de 1893, sediada em Stuttgart no sudoeste da Alemanha. O clube disputa a Bundesliga, a primeira divisão do Campeonato Alemão.

História[editar | editar código-fonte]

Foi criado como Fussballverein 1893 Stuttgart. No início era um clube de Rugby e exerceu essa atividade até 1897. Nesse ano viu crescer uma agremiação poliesportiva chamada Kronen-Clubs Cannstatt. Em 1912 os dois se fundiram e formaram o que é hoje o Stuttgart.

Em 1926 veio o primeiro título regional do time e pela primeira vez o escudo oficial do clube aparecia nas camisas dos atletas. Já em 1929 chegou em Stuttgart um técnico húngaro chamado Dr. Kovacs, que trouxe o segundo título regional para a galeria da agremiação. Com esse título, o primeiro ídolo do clube, Ernst Blum, foi convocado para a seleção nacional. Era o primeiro jogador do VfB Sttutgart a ser chamado.

Em 1933 o Stuttgart passou a mandar suas partidas no novo estádio, o Neckarstadion, com capacidade para 40 mil espectadores. O estádio foi construído para as Olimpíadas Alemãs, e lá o time foi campeão da sua primeira Copa do Sul da Alemanha. Dois anos depois, em 1935, foi pela primeira vez campeão nacional batendo o Schalke 04, colocando o nome do clube em evidência no país.

Em 1945 foi fundada a Liga do Sul da Alemanha (Süddeutschen Oberliga), na casa Krone. Em 4 de novembro do mesmo ano, 16 clubes – incluindo o Stuttgart – se filiaram à liga. No ano seguinte, com jogadores lendários como Robert Schleinz e Otto Schmid, o VfB venceu o primeiro título pós-guerra da Alemanha.

Em 1950 o time enfrentou o Offenbacher Kickers e, ao vencer por 2 a 1, sagrou-se campeão nacional pela primeira vez em sua história, com um público de 96 mil espectadores no Estádio Olímpico de Berlim, e outro ainda maior de 100 mil pessoas na principal estação de trem da cidade, esperando a volta dos campeões.

Em 1952 veio o segundo título, este vencido contra o 1.FC Saarbrücken, com outro grande público de 86 mil pessoas. Em 1954 ainda veio a conquista da primeira copa nacional, vencendo o FC Cologne.

Em 1963 foi formada a Bundesliga, campeonato no formato atual. Na época, 16 clubes de todo o país duelavam pelo título da liga. Com o status de fundador do campeonato, o Stuttgart era um dos times mais importantes da competição. Apesar disso, o VfB passou por uma fase ruim muito grande, caindo de divisão e só voltando a vencer um título novamente na década de 1980. Anos antes, em 1975, o clube viveu uma das piores fases de sua história. Após um desempenho ridículo, onde sofreu 74 gols em 34 jogos, uma reforma foi iniciada no clube. Gerhard Mayer-Vorfelder foi eleito presidente, dando início a uma nova era em Stuttgart.

Os reflexos foram sentidos já em 1977, quando o time voltou à primeira divisão alemã. No ano seguinte, o clube teve uma espetacular média de 54 mil pessoas por partida. Em 1979 a equipe respondeu à sua torcida, ficando em 2º lugar na Bundesliga.

Em 1981 o Stuttgart construiu um novo centro de treinamento, chamado Clubzentrum, que contava com restaurante, raias de corrida e outras modernidades. O resultado de tal investimento veio três anos depois, quando em 1984 o clube venceu o seu terceiro campeonato nacional, sob a batuta do treinador Helmut Benthaus. Dois anos depois, chegou à final da Copa da Alemanha, mas perdeu para o Bayern de Munique 2 a 5 na decisão.

Em 1989, o VfB chegou à sua primeira final de campeonato europeu. Na Copa da Uefa, enfrentou o Napoli, de Maradona, e perdeu após uma derrota no primeiro jogo e um empate no segundo. Ainda assim, o time passou a ser respeitado no continente. Em 1992 veio o quarto título alemão de sua história. Com nomes como Balakov, Buchwald e Élber em início de carreira européia, além do treinador Christoper Daum, o Sttutgart levantava a sua quarta taça apenas na última rodada, com muita emoção.

Em 1993 o Neckarstadion foi reformado para novas olimpíadas mundiais. O estádio passou a se chamar Gottlieb-Daimler Stadion. Em 1997, o Stuttgart foi campeão da copa pela terceira vez contra o Energie Cottbus no Estádio Olímpico de Berlim. No ano seguinte chegou novamente à final da Copa da Uefa, mas perdeu para o Chelsea por 1 a 0.

No ano de 2007 veio o quinto título alemão da história do VfB, se classificando novamente para a Uefa Champions League.

Em 2016 a equipe ficou na penúltima colocação na primeira divisão e foi rebaixado com 33 pontos.

Títulos oficiais[editar | editar código-fonte]

Continentais
Competição Títulos Temporadas
UEFA Intertoto Cup.png Copa Intertoto da UEFA 2 2000, 2002
Nacionais
Competição Títulos Temporadas
Meisterschale.png Campeonato Alemão 5 1950, 1952, 1983-84, 1991–92, 2006–07
Coppagermania.png Copa da Alemanha 3 1953-54, 1957-58, 1996-97
DeustcherSupercupTrophy.png Supercopa da Alemanha 1 1992
Flag of Germany.svg Campeonato Alemão - 2ª Divisão 2 1976-77, 2016-17

Elenco atual[editar | editar código-fonte]

Atualizado em 27 de Setembro de 2017.

Goleiros
Jogador
13 Alemanha Jens Grahl
16 Alemanha Ron-Robert Zieler
26 Alemanha Alexander Meyer
Defensores
Jogador Pos.
4 Alemanha Holger Badstuber Z
5 Alemanha Timo Baumgartl Z
21 França Benjamin Pavard Z
35 Polónia Marcin Kamiński Z
2 Alemanha Andreas Beck LD
12 Alemanha Steve Yacoub LD
3 Alemanha Dennis Aogo LE
29 Brasil Ailton LE
Meio-campistas
Jogador Pos.
6 Argentina Santiago Ascacíbar V
22 Gana Ebenezer Ofori V
24 Bósnia e Herzegovina Dženis Burnić V
25 Alemanha Matthias Zimmermann V
8 Suíça Anto Grgić M
20 Alemanha Christian Gentner Capitão M
23 Bélgica Orel Mangala M
31 Turquia Berkay Özcan M
39 Argentina Nicolas Sessa M
Atacantes
Jogador
7 Croácia Josip Brekalo
9 Alemanha Simon Terodde
11 Japão Takuma Asano
14 Grécia Anastasios Donis
15 Portugal Carlos Mané
19 República Democrática do Congo Chadrac Akolo
33 Alemanha Daniel Ginczek
Comissão técnica
Nome Pos.
Alemanha Hannes Wolf T
Alemanha Miguel Moreira AS
Alemanha Marco Langner TG

Jogadores notáveis[editar | editar código-fonte]

Referências

Uniformes[editar | editar código-fonte]

Uniformes atuais[editar | editar código-fonte]

  • 1º - Camisa branca com faixa vermelha, calção e meias brancas;
  • 2º - Camisa vermelha com faixa branca, calção e meias vermelhas;
  • 3º - Camisa preta com faixa branca, calção e meias pretas.
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Primeiro Uniforme
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Segundo Uniforme
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Terceiro Uniforme

Uniformes dos goleiros[editar | editar código-fonte]

  • Laranja com detalhes pretos;
  • Preto com detalhes brancos;
  • Verde com detalhes pretos.
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
'
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
'
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
'

Uniformes anteriores[editar | editar código-fonte]

  • 2013-14
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Primeiro
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Segundo
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Terceiro
  • 2012-13
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Primeiro
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Segundo
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Terceiro
  • 2011-12
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Primeiro
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Segundo
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Terceiro
  • 2010-11
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Primeiro
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Segundo
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Terceiro
  • 2009-10
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Primeiro
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Segundo
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Terceiro
  • 2008-09
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Primeiro
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Segundo
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Terceiro
  • 2007-08
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Primeiro
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Segundo
  • 2006-07
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Primeiro
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Segundo
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Terceiro

Ligações externas[editar | editar código-fonte]