Verein für Leibesübungen Wolfsburg

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de VfL Wolfsburg)
Ir para: navegação, pesquisa
Wolfsburg
Logo-VfL-Wolfsburg.svg
Nome VfL Wolfsburg-Fußball GmbH
Alcunhas Die Wölfe (Os lobos)
Mascote Wölfi, Lobo
Fundação 12 de setembro de 1945 (71 anos)
Estádio Volkswagen Arena
Capacidade 30.000
Localização Wolfsburg, Alemanha
Proprietário Alemanha Grupo Volkswagen
Presidente Espanha Francisco Javier García Sanz
Treinador França Valérien Ismaël
Patrocinador Alemanha Volkswagen AG
Material esportivo Estados Unidos Nike
Competição Alemanha Bundesliga
Alemanha Copa da Alemanha
BL 2016–17
CA 2016–17
Em disputa
Em disputa
Website vfl-wolfsburg.de
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
Temporada atual
editar

VfL Wolfsburg-Fußball GmbH é uma agremiação esportiva alemã, fundada a 12 de setembro de 1945, e subsidiária da Volkswagen AG, sediada em Wolfsburg, na Baixa Saxônia. O clube abrange 29 departamentos de esportes, sendo o futebol o mais conhecido.

O Wolfsburg venceu a Bundesliga uma vez em sua história, na temporada 2008–09. Foi campeão da Copa da Alemanha, em 2014-15 e vice-campeão em 1995. Também em 2015, o Wolfsburg ganhou a Supercopa da Alemanha em cima do Bayern München. O treinador atual é Valérien Ismaël. A equipe de futebol surgiu de um clube multi-esportivo de trabalhadores da Volkswagen.

História[editar | editar código-fonte]

Atletas da equipe
o velho escudo usado até 2002

Em 1938, a cidade de Wolfsburg foi fundada por operários da indústria automobilística. Em 1945, logo após o fim da Segunda Guerra Mundial, surgiu o VSK Wolfsburg, time de futebol do município.

Desde o seu começo, a agremiação já usava as cores verde e branca que são a marca da equipe atualmente, porque o treinador Bernd Elberskirch tinha dez camisas nessas cores à sua disposição. Lençóis brancos doados pelo público foram costurados pelas mulheres para a fabricação de calções.

Contudo, a 15 de dezembro de 1945 adveio uma crise que quase causou a extinção do Wolfsburg. Na ocasião, vários atletas saíram da equipe para se juntarem a outro time da cidade, o 1. FC Wolfsburg. Apesar disso, com esforços do único jogador que permaneceu no clube, Josef Meyer, a equipe conseguiu se recuperar e adquiriu o nome que tem até hoje, VfL Wolfsburg. VfL para Verein für Leibesübungen. A expressão pode ser traduzida como "clube de ginástica" ou "clube para exercícios".

Logo depois, o time passou a ser patrocinado pela empresa automobilística Volkswagen, que possui ainda hoje 95% dos direitos do clube.

Durante a maior parte de sua história, o Wolfsburg jogou nas divisões inferiores do Campeonato Alemão, oscilando principalmente entre a segunda e a terceira divisão. O seu melhor desempenho fora um segundo lugar no segundo nível em 1970. O time chegaria aos play-offs decisivos para a promoção, mas foi incapaz de conquistar o acesso. Em meados dos anos 1970 até o início de 1990, o clube atuaria da terceira divisão, a Amateur Oberliga Nord. Os consecutivos primeiros lugares em 1991 e 1992, seguido pelo sucesso nos play-offs de promoção, fizeram o time avançar para a 2° Bundesliga para a temporada 1992-1993.

O VfL continuou a desfrutar de algum sucesso na década de 1990. A equipe avançou para a final da Copa da Alemanha, em 1995, na qual perderam por 3 a 0 para o Borussia Mönchengladbach, mas depois chegou à primeira divisão ao terminar em segundo lugar na 2° Bundesliga, na temporada 1996-1997.

Em sua primeira temporada na primeira divisão, o Wolfsburg teve muitos problemas e lutou durante todo o campeonato contra o rebaixamento. Entretanto, logo na seguinte, terminou em sexto na Bundesliga e se classificou pela primeira vez para uma competição européia, a Copa da UEFA. O clube tinha esperanças de conseguir o quarto lugar, que lhe daria uma vaga na UEFA Champions League, mas ao perder por 6 a 1 para o Duisburg, o time ficou com 55 pontos. A equipe também se classificou para a Copa Intertoto em 2000, 2001, 2003, 2004 e 2005, desfrutando de melhor sucesso, em 2003, quando chegou à final e declinou diante do italiano AC Perugia.

Depois de conseguir algum sucesso na divisão principal, mas nunca lutando pelo título, a equipe caiu de rendimento nas edições do Campeonato Alemão nas temporadas 2005-2006 e 2006-2007, nas quais brigou contra o descenso, conseguindo contudo a salvação ao ficar em décimo-quinto lugar nas duas temporadas.

Já na temporada 2007-2008, o VfL alcançou o surpreendente 5º lugar, garantindo vaga na Copa da UEFA, feito que não acontecia há quase 10 anos. O clube contratara o ex-gerente de futebol do Bayern de Munique, Felix Magath. No certame internacional, ficou em 1º no grupo que tinha o Heerenveen, Milan, Portsmouth e Sporting Braga. Já na segunda fase, o Wolfsburg foi eliminado pelo Paris-Saint-Germain, da França.

Na temporada 2008-2009, conquistou o inédito título do Campeonato Alemão, com uma vitória sobre o Werden Bremen por 5 a 1. O Wolfsburg ainda teve o artilheiro e vice-artilheiro da competição, Grafite, o qual assinalou 28 gols, e Džeko, que marcou 26.[1]

Na temporada 2009-2010, o Wolfsburg demitiu o treinador Armin Veh após a pausa de inverno, devido à má campanha, visto que o clube estava em décimo no classificação. Na Liga dos Campeões, ficou em terceiro no seu grupo, atrás de Manchester United e CSKA Moscou, perdendo a vaga na fase sucessiva da competição. Como resultado, se classificou para a UEFA Europa League. O time derrotou o Villareal, por 6 a 3, além dos campeões russos Rubin Kazan por 3 a 2. Nas quartas de final, no entanto, foi derrotado por 3 a 1 pelo finalista Fulham.

Em 11 de maio de 2010, a posição do treinador permanente foi preenchida por ex-gerente da seleção inglesa, Steve McClaren. Depois de ter dirigido o Twente e o conduzido ao seu primeiro título holandês, foi recompensado, tornando-se o primeiro treinador inglês a dirigir um clube da Bundesliga. Em 7 de fevereiro de 2011 foi anunciado que McClaren fora demitido e que Pierre Littbarski assumiria a sua função. No entanto, o Wolfsburg perdeu a quarta partida consecutiva, chegando a correr riscos de rebaixamento.

Em 18 de março de 2011, Felix Magath voltaria como treinador e diretor esportivo, quase dois anos depois da conquista do título da Bundesliga e há apenas dois dias depois de ser demitido de sua posição no Schalke 04. Ele assinou um contrato de dois anos com o clube.

Estádio[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Volkswagen Arena

O estádio do VfL Wolfsburg é o Volkswagen Arena com capacidade para 30.000 pessoas. Foi construído em 2002.

Exterior do Estádio

Títulos[editar | editar código-fonte]

Nacionais
Competição Títulos Temporadas
Meisterschale.png
Campeonato Alemão 1 2008–09
Coppagermania.png
Copa da Alemanha 1 2014–15
DeustcherSupercupTrophy.png
Supercopa da Alemanha 1 2015

Elenco atual[editar | editar código-fonte]

Atualizado em 13 de Outubro de 2016.[2]

Legenda
  • Capitão: Capitão
  • Lesionado: Jogador lesionado/contundido
Goleiros
Jogador
1 Suíça Diego Benaglio Capitão
20 Alemanha Max Grün
28 Bélgica Koen Casteels
36 Alemanha Phillip Menzel
Defensores
Jogador Pos.
2 Alemanha Philipp Wollscheid Z
5 Países Baixos Jeffrey Bruma Z
6 Peru Carlos Ascues Z
31 Alemanha Robin Knoche Z
40 Alemanha Robin Ziegele Z
8 Portugal Vieirinha LD
15 Alemanha Christian Träsch LD
24 Alemanha Sebastian Jung LD
4 Alemanha Marcel Schäfer LE
21 Alemanha Jannes Horn LE
34 Suíça Ricardo Rodríguez LE
Meio-campistas
Jogador Pos.
13 Alemanha Yannick Gerhardt V
22 Brasil Luiz Gustavo Capitão² V
23 França Josuha Guilavogui V
27 Alemanha Maximilian Arnold V
30 Alemanha Paul Seguin V
7 Itália Daniel Caligiuri M
10 Alemanha Julian Draxler M
11 Alemanha Daniel Didavi M
14 Polónia Jakub Błaszczykowski Capitão³ M
29 Alemanha Amara Condé M
38 Bélgica Ismail Azzaoui M
Atacantes
Jogador
9 Alemanha Marcel Reichwein
16 Brasil Bruno Henrique
17 Espanha Borja Mayoral
25 Croácia Josip Brekalo
33 Alemanha Mario Gómez
35 Alemanha Anton Donkor
Comissão técnica
Nome Pos.
França Valérien Ismaël T
Alemanha Dirk Bremser AS
Países Baixos Ton Lokhoff AS
Suíça Andreas Hilfiker TG

Transferências 2016[editar | editar código-fonte]

Legenda

Jogadores famosos[editar | editar código-fonte]

Treinadores[editar | editar código-fonte]

Uniformes[editar | editar código-fonte]

Uniformes atuais[editar | editar código-fonte]

  • 1º - Camisa verde claro, calção branco e meias verdes;
  • 2º - Camisa branca, calção verde claro e meias brancas;
  • 3º - Camisa azul escuro, calção e meias azuis.
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Primeiro Uniforme
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Segundo Uniforme
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Terceiro Uniforme

Uniformes anteriores[editar | editar código-fonte]

  • 2015-16
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Primeiro
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Segundo
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Terceiro
  • 2014-15
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Primeiro
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Segundo
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Terceiro
  • 2013-14
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Primeiro
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Segundo
  • 2012-13
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Primeiro
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Segundo
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Terceiro
  • 2011-12
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Primeiro
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Segundo
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Terceiro
  • 2010-11
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Primeiro
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Segundo
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Terceiro
  • 2009-10
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Primeiro
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Segundo
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Terceiro
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Quarto
  • 2008-09
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Primeiro
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Segundo
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Terceiro
  • 2007-08
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Primeiro
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Segundo
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Terceiro

Referências

  1. «Grafite iguala recorde, Wolfsburg encerra fila de 64 anos e é campeão pela 1ª vez». Consultado em 23 de maio de 2009. 
  2. «Players and Staff» (em inglês). VfL Wolfsburg. Consultado em 20 de agosto de 2015. 
  3. «Sechster Neuzugang» (em alemão). Sítio oficial VfL Wolfsburg. 1 de agosto de 2016. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Fonte[editar | editar código-fonte]