Desidério

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Desidério
Rei dos lombardos
Reinado 756774
Antecessor(a) Astolfo
Sucessor(a) Carlos Magno
Nascimento 710
Morte 786 (76 anos)

Desidério, duque da Toscânia, também conhecido como como Didier da Ístria, (710786) foi o último rei lombardo. Reinou desde 756 até o ano de 774 quando o reino foi conquistado por Carlos Magno, rei dos francos.[1]

Após a derrota de Ratchis, Desidério, que tratou de conquistar Ravena definitivamente, terminando a presença bizantina na Itália central. [1]

Decidiu reiniciar a luta contra o papa, que estava apoiando os duques de Espoleto e Benevento contra ele, e entrou em Roma em 772, o primeiro lombardo a fazê-lo. Mas quando o papa Adriano I chamou o rei franco Carlos Magno para ajudá-lo, Desidério foi derrotado em Susa e sitiado em Pavia, enquanto seu filho Adalgiso tinha também aberto as portas de Verona às tropas francas. Desidério rendeu-se em 774 e Carlos Magno, em decisão sem precedentes, tomou o título de "rei dos lombardos". [1]

Relações familiares[editar | editar código-fonte]

Foi casado com Ansa ou Ansia de quem teve:

  1. Anselperga ou Anselberga, abadessa da Abadia de São Salvadore.
  2. Adelperga ou Adelberga, casada com Arechis II de Benevento, duque de Benevento.
  3. Liutberga ou Liutpirc ou ainda Liutberga, foi casada com Tassilo III de Baviera.
  4. Desiderata, casada em 768 com Carlos Magno e depois divorciada em 771.
  5. Adelchis ou Adalgis, patrício de Constantinopla. [1]

Referências

  1. a b c d «German Tribes» (em inglês). Consultado em 28 de abril de 2012 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Alboíno
Duque de Espoleto
758759
Sucedido por
Gisulfo
Precedido por
Astolfo
Rei dos lombardos
756774
Sucedido por
Carlos Magno
(fim do Reino Lombardo)
Ícone de esboço Este artigo sobre História ou um(a) historiador(a) é um esboço relacionado ao Projeto História. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.